PT | EN | ES

Menu principal


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

PSCR0620

[1770-1772]. Carta de Teresa de Jesus Faria, escrava, para Ana Maria de Jesus, freira.

Autor(es)

Teresa de Jesus Faria      

Destinatário(s)

Ana Maria de Jesus                        

Resumo

A autora conta à destinatária como se sente desconsolada por não se poder confessar com certo padre. Pede-lhe que lhe confirme que ele se foi embora para o mato.
O script do Java parece estar desligado, ou então houve um erro de comunicação. Ligue o script do Java para mais opções de representação.

Lovado seja Jezus

Snra fra sabado a noite eu fou la falal com vmce não tive a frotuna de axar em caza q sertamte estou mto descomsolada mandei la muitas vezes falal com o noso pe mestre nunca o axava em caza mandoume a Snra Calra dizeme q elle estai fora e q não sabia coando vinha q le parisia vir depois da semana santa eu hia saber se era serto como não axo em caza diserame coando eu bati na escada esta gente ja se mudaro para o mato so a muher he q inda estai ahi eu fique tão desconsolada e aguniada q não le sei espilicar o como estou porq eu estava mto satifeta com comfesar com snr pe Meter agora dizeme q elle se fou embora por huã ves quero q vmce me diga se he serto q elle não vem mas não sei como a de ser eu inda não me deszobrigei da coresma nem tenho com qm sertamte le digo q não estou bem sem o snr pe metre mandeme dizer o como he isto quero ja saber o como me e de aver q não sei o como estou snra D Antonia para vmce mtas lcas e dis q aparesa por ca logo eu tambem faso o mesmo a snra Clara e maninas D gde a vmce por mto annos de vida para le fazer mto servisos de vmce serva e C

Thereza de jezus Faria

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Guardar XMLGuardar selecção atual como TXTVisualização das frases