PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

PSCR0062

[1554]. Carta de Dona Isabel Moniz para Pedro de Alcáçova Carneiro, secretário de estado.

Author(s)

Isabel Moniz      

Addressee(s)

Pedro de Alcáçova Carneiro                        

Summary

A autora dirige-se ao secretário do rei, dando-lhe conta das suas necessidades e pedindo-lhe a sua intervenção na atribuição de mercês.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Jhus sõr

a esperaca q ate esta presente me sostantou foi ter por certa a vontade q me diziã q vosa merce tĩnha pera ma fazer da qual aida descunfio pois q o cũnhicimento q tenho de quei lhe mada pera esperar polo q espero mas as nicisidades minhas tãtas q me fazẽ fazer esta pera pidir a vosa merce q tẽnha piadade de mi porq se cõtentamdo a furtuna o q me deu quer por todas as vĩas sĩta dela o poder os mufinos cõmo a minha q o eu fose acãbar esta vĩda pera fazer todos os hũmanos fiquei porq ds pois q se diso quer nam seria desta vĩda o sor ds sẽ a sostentacão por meus pequados tãbem beijarei as mãos de vosa merce mandar me despaisar algũa pruvisã por q acãbe de perecer porq vai dos ãnos q ricibi mais de vinte mil reais q tẽnho despesas hese moco q mas da neses neguocios sẽ fỹ e eu estou qũatro pesoas de mater afora eu sẽ ter socõro nẽ dode me vẽnha q ja algũa q tẽnha he vindida e ẽpenhada asi q por amor do sor ds pẽco a vosa merce q por amor dele se lebre de mi e sor q m ordene a lei de fazer caridade por quã certa hõrador tẽ porq posto q seja pequador a ises leve o sor quãdo aripidimento o chamã asi q crea vosa merce q eu posta tãta nicisidade cõmo nuqua nẽ per senhor o cũdei q fose e porq cunfio q serã ouvidas minhas preceis perante vosa merce cõto delas esperaca de ser socorida piadade cõmo das pesoas quato liquas se espera // o portador desta he meu tio leã sardinha q vai acabar suas contas e o fez ate este prezente por eu ter requado de despachado o q lhe divia beijarei de vosa merce nele cobrar mi neguocios favor e vontade merce porq ei de me tenho nele muto socõro mi de q he bom recebedor de vosa merce beijo cũja vida do sor ds acrecente por mutos anos a seu sirvico amẽ

mui certa hõrador por vosa merce ao sor ds dona isabel moniz

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXT