PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS8042

1812. Carta de Miguel Arcângelo de Carvalho, vereador, para António Vidal Ferreira Pinto, padre.

Author(s)

Miguel Arcângelo de Carvalho      

Addressee(s)

António Vidal Ferreira Pinto                        

Summary

O autor recebe uma carta que o alegra enviando-a ao padre.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Rdo Senhor Anto Vidal Ferra Po Sta Clara 27 de 7bro de 1812

Amo da ma Alma hontem, q se contarão 26 chegou a este porto o Barco do Amo Branco, no qual Veio huma Carta, q meo Padrinho me manda e emcluza Veio huma feita, ao nosso Amo Castilhano q elle me Remeteo abêrta, pa q Eu Vise o q nella dezia; meo Amo qdo abri a mimoza Carta e q Vi o seo Conteudo; não quis Jantar de Contentamto e aligria e o despois q pasou hum bocado de tenpo deome aligria tempo: bibilhe, huma boa gota, as saudes do meos Vêlhôz. emfim Amo fiquei Suspenso de gostos q não sei Explicar

A propria Carta lhe remeto abêrta pa Vm Ver e despois de lida ajustara Com obreia, emtregara ao portador pa hir Levar ao soberbão, e pa q elle conhesa que ficarão, prostrados os seos tinbres. Amo do meo Corassão, Eu de gosto nem Sei Expresarme, lhe digo q nós Levemos a palma e elles q Vão ...

Ds lhe de Saude em Compa de tudo o qto lhe Pertense pois dezeja qm e Sira Sempre

De Vm Amo firme e Vor Miguel Archanglo de Carvo

PS Se lhe parecer, Copeia q não Sera Mâo


Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTText viewSentence view