PT | EN | ES

Menu principal


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

PSCR1143

1592. Carta não-autógrafa de Catarina Garcia de Cabreira para o marido, António do Vale de Vasconcelos.

Autor(es)

Catarina Garcia de Cabreira      

Destinatário(s)

António do Vale de Vasconcelos                        

Resumo

A autora manda ao marido saudades, e pede-lhe que lhe dê notícias.
O script do Java parece estar desligado, ou então houve um erro de comunicação. Ligue o script do Java para mais opções de representação.

Snor

as primiras novas que tive vosas foram as que me escreve o filho de frco rodriges de zirizipe que foreres mto doente na nau e depois vos vira zirizipe mto bẽdesposto as quas novs me fui festejar diamte do espirito santo a de me fazer m de me mãdar novas de vosa saude e vida pidindolhe que asin ma fasa de vos trazer diante de estes olhos que ja vẽ de chorar cõtino auzẽci de vosa vista Snor tudo o que mo deixaste ẽcomẽdado esta feito E o mior gosto que terei sera sẽpre mãdardes me porque bẽ sabeis vos que o mais sera avizardes me de tudo o que for voso gosto snor dixerã me que vallerio que Era ẽbarcado pa esas partes pezoi me mto E allenbrar o moito que vos tẽ custado sua amizade brites rodriges E minha mana m vos mãdan muitos recados novas minhas san estar mo aquellas que nacerã se dita pois estou auzẽte de vosa vista pacãdo vida romarias E oroçois e jegũis pidindo mizerecordia o Snor que pode a aja cõvosco E comigo Snor a minha estada ca E por cauza de irmã me ir vizetar E ẽtã me pedir que viese con ella pa saber as novas de mas perto Etão dtornar mei pa donde vos snor desxastes ate gora todos o fazẽ mto bẽ comigo feita oje quarta feira dia de nosa snora de incarnaçã


Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Guardar XMLGuardar selecção atual como TXTVisualização das frases