PT | EN | ES

Menú principal


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

PSCR0044

1567. Carta de Belchior Martins de Carvalho, juiz de fora, para Manuel de Quadros, inquisidor.

Autor(es)

Belchior Martins de Carvalho      

Destinatario(s)

Dom Manuel de Quadros                        

Resumen

O autor dá conta de diligências realizadas e das informações obtidas sobre um indivíduo suspeito de blasfémias.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Snor

A pouqua cõfiança dos portadores e querer fazer ho q me per vm foi cometido ho segredo como comvinha e remisso nelle porq aslgumas das ausentes e outras pergũtei vagarosamẽte per sentido e quamto as q vão pergũtadas de treslado do auto e de seus testos a vm tenhaes a tudo de vdade e bõos feitos duas q faltão p pergũtar q são huma dellas tristão frz não ho quis pergũtar xpão novo e tive pera mim q descobria o segredo como fosse pergũtado o outro q he silvestre afom e não se sabe lugar serto onde possa ser achado aos mais tenho pera mim q vivem a lei de bons xpãons isto pellas mais testas Quanto ao outro xpão novo q tornei a repregũtar cujo treslado jaa mandei a vm q hera de s vte da beira sua vida forma e vertudes posso testimunhar, p muito vtuoso porq foi aqui culpado num de q foi pera as galles por dous annos mas com q me disse ser vdade o q jaa tinha dito q pode seer o cõteudo no auto. Vm pode cõfiar do Ptador e a mim mandar Como seu servidor beijo mãos de vm

de Penamacor a 27 de maio de 1567 Servidor de vm Melchior Miz de Carvalho

Leyenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDescargar selección actual como TXTVisualización por frase