PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

PSCR1439

1607. Carta de Manuel Soares para o primo, Gaspar de Passos Figueiroa, meirinho do Eclesiástico.

Author(s)

Manuel Soares      

Addressee(s)

Gaspar de Passos Figueiroa                        

Summary

O autor dá notícias e pede que o destinatário confirme certas informações.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

não sei o que o tivera ho descuido de Vm de ha tamtos dias nos não escrever parese que não sente a pena e do desgosto que nos temos porque depois que veio ja com o soares ate esta hora não tevemos novas nenhũas de Vm salvo onte vimte e dous de oiitubro que me derão hũas de forte pouquo gosto se asi são ho que deõs não primita em que escreveo frade da ordem de san framciisquo que esta nesa sidade que he natural de caminha filho de manoel llovo escreveo cartas por esta tera disemdo que saira a semtemsa de Vm degradado pra sempre pra a amgolla e ho hofisio perdido e que vira ir a Vm em hũa besta d albarda hũs grelhois nos pes outros nalfeitores pra llisboa pra embarquar tanto que ouvi estas novas quedei sen corasão e mais morto que vivo e não me pude equiiatar ate não mandarmos este portador pra que ba e venha brevidade pra nos tirar desta sospeita aimda que por outra parte não ho creiio porque se iso fora não tenho a Vm por tam descuidado e aho sor meu primo alvro soares que nos não avisarão por a posta ja tenho escrito a Vm que a emformasão que fes ho abade que hia como nos queriamos salvo se no caminho se fes algũa belhaquaria nella se não foii como digo me avise e ira outro trellado mais cuido que se não fa faria nella nada aviseme llargo de como pasão seus negosios e em que forma estam e se se a de fazer qua defesa porque ja lhe tenho escrito se fara como a pimtarmos e que se diz por a tera que peitarão ho abade de sanpaio e o migel seis cruzados por jurar cõtra Vm mandenos ho trellado do llibello por fernando e asi me avise como corem tam debagar ou a rezão por que e que esperamos delles de tudo me avise llargo e não seja pergisoso no escrever e tambem me avise a rezão que este frade teve pra hũa tan grande maldade avise me do gasto que ho sor alvro soares tem da sua mulla e tambem se he nesesario meulla porque todas as horas que for nesesario esto prestes e mando pidir aho sor alvro soares hũas cartas pra frco frz figeiredo e pra ho pimenta pra faboreserem a meu cunhado joão de figeiredo me diran do que tras os frades demfrais no porto de ordem que os traga fernamdo e sejão encaresidos ho sor noso mostre sedo ho que desejamos de a vista d ambos de moreira hoje 23 outubro d de 607

primo de Vm Mnel soares

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view