PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

PSCR1277

[1600]. Carta de Álvaro Vaz para Frei Pedro Mártir.

Author(s)

Álvaro Vaz      

Addressee(s)

Frei Pedro Mártir                        

Summary

O autor queixa-se ao destinatário das injustiças que lhe foram feitas pela Inquisição.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Snor

Ds guarde Vm e faça sancto cõverta os santos, e pessa a Ds castigo dos Inquisidores de Portugal de quãtos males per sua causa se cometẽ oje en dia Portugal q elles são causa de tantos testimunhos falsos, e destruissão da fe de Xpõ meu Snor q os q são catholicos per sua causa se fasem hereges, e sei isto de certa sciencia. Eu lhe escrevi quatro veses retratando me das falsidades q elles causarão, e gloriarãose de as publicarẽ do q tudo an de dar a Ds muita conta, q cuidado q pstant obsequium Deo, se fasem inemigos de Xpõ e pdem as almas. a Ds a vinganca. Diga a frei João q sempre fui qual sou, e sempre ei de ser qual fui, e ei de ser, fui, e serei sempre o mesmo catholico e filho da Igreja Romana, e tal foi o doctor Lopo Vaz e acabou e tais seus filhos, mas q os Inquisidores o pagarão mui bẽ a Ds, e q sob pene da maldicão de Ds são obrigados a me restituirẽ fama honra, e bens, e injurias, e infamias e assi a todos os meus. dou licenca a Vm pa ler as cartas q esta vão q nelas vera mais. troco todos os males q tanto ferirão por salvacão de almas q por este servo indigno de Xpõ meu Snor, a elle se redusirão ja, e Ds obrara muito q os servicos de Ds q o demonio impedio tomãdo os Inquisidores por instrumẽto, Ds os ampliou, e estendeo por todo o mundo q eu tenho por aposento, e seu servisso dera acabar a vida, Nosso Snor a Vm todo seu. A frei Manoel arvelos, e aos bons religiosos ẽcomendas estas cartas de a quem usão

De V merce Alvaro Vaz

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence viewSyntactic annotation