PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

PSCR0644

[1735]. Carta de Pedro Francisco para o seu primo, Luís dos Santos, carpinteiro.

Author(s)

Pedro Francisco      

Addressee(s)

Luís dos Santos                        

Summary

O autor tece críticas à atitude do primo perante a família que se encontra em Portugal, dizendo ser preferível ganhar pouco e estar com os seus do que estar longe e ganhar ouro.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Fiais hoje Meu Amo e Snor Luis dos Santos

Recebi hua de vm em 25 de 7bro de 1735 a coal me cervio de grde alivio por nela me relatar que lograva filis saude noso senhor lha aumente pellos anos de seu dezejo e da minha se podera cervir q ao prezente he boa deos Louvado para todo Senpre e fica mto ao seu dispor para empreguar em ocaziois de seu cervico tendo eu algão prestimo nesta terra e a Senora minha may e minha compa e minha irma maria se recomendão com mtas lenbrancas porqto são todos os que ha em caza minha avo levoua deos a 22 de dezenbro de 1735. Sor Luis dos Santos eu li a carta que vm mandou a sua gente de cercoza em q me não pareceo mto bem a reposta que vm lhe mandou a cual lhe cervia mais de pena do que de alivio e a cual hera sem culpa pello que me dezia porqto a Senora dominguas Rois me dice q nunca lhe escrevera e senão como vm lhe escrevia se supeitava q o irmão de Lisboa as abrise porq lhe mandou dizer q tinha pena e tinteiro para lhe escrever como hera lizito e asim saiBa vm q esta he a mesma verdade não lhe queira dar penas porq as não merece nem a mais imiga e ainda q vm la ganhe mto intenda q não amda Liver da conciencia e o mundo todo sem deos he nada e o nada com deos he tudo e nesta terra valle mais guanhar seis vintens e de comer q nesa cuarto d ouro seco e juntamte não cude vm q isto e os incarecimtos se não he mto dezo q eu tinha de me ver com vm e saiba q mais vale bo fim q ruim principio e a vm lhe não he necesario os meus documtos porq não sou capas de os dar e sua madrinha lhe pede incarecidamte porq estimara a vello e a inquiricão q não tem ocazião agora de lha mandar e mais se vm vier bem a escuzara e vm ecreva porque com suas novas me dara mto alivio e fico para cervir a vm e roguando a rDs q o guarde e traga com bem

Deste seu primo q mto lhe deza Pedro Francisco

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXT