PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

PSCR0522

1775. Carta de Bernardo de Azevedo Coutinho, capitão-mor, para o seu irmão Francisco José de Azevedo Coutinho.

Author(s)

Bernardo de Azevedo Coutinho      

Addressee(s)

Francisco José de Azevedo Coutinho                        

Summary

O autor dá ao seu irmão notícias da família, dos negócios e da vida da corte, e pede notícias de João Rodrigues Caparica, a pedido do filho deste, Silvestre Rodrigues Caparica.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Franco Joze de Azdo Couto

Com espesial gosto ei de dezejar velo Asestido de boa saude e milhores felisidades pa o ver Restetuido nesta Corte o em outro governo em ma Compa e mais aomentos Eu de saude fico e touda a nosa jente e toudos em igual grão. Se Recomemdão mto saudozos

Estimarei que procurase logo o governo q pa esa foi e que este o Resebese como me Relatou e q o do Snr se tenha portado nesa Comforme As Emsinuasois de q o emsinuei q se não A de Axar mto mal se bem q tem humas tantas Particulas Pouco fundamentais pa o bom Regiminez deses povos espero o pelo navio de sera o pelo que fizer suas vezes me avize da sua com data e o Como se dispos com os dezeguixor q me parese ha de ter q ver e ouvir porem seja Como for o jenio he Bom e o q for presizo de Requerimtos a meu e seu favor pareseme q não A de fartar pa o q ahi lhe escrevo esa Carta - o governo de bisão tanbem lhe ei de escrever e o sargto mor Lois da Sa Lois da Sa de qm espero o perduto q se me deve em Bissão e ao escrever desta me afirmou serto sugto q o Canha vinha pa esta prezo.

Ja na outra lhe fis avizo do Como o provedor quintela me tinha mandado Aprontar pa o governo de bisão e q despois de pto e gasto o dinheiro q agora me falta se desculpou em q martinho de melo meteo e Se seu afilhado criado de sua irman q mora em arroios q he mulher de D Anto o surdo - porem q ficava perterido pa A pra Ocazião porem nada diso espero - somte o q quero he q El Rey venha de Salvaterra pois ja trago em forga hum piqueno lugar q se axa nesa contracosta xamada a Costa da mina he de piquena graduasão mas de gde rendimto e livre de Compa isto he no cazo de se não mandar Render cabo verde tam sedo como me parese - nestes termos espero q o mano me não falte com boa Remesa ja q gastei Baldadamte o outro por culpa do quintela a narsisa e a Rapariga fasa comta com ela e Remeta tambem o seu Emporte

Estimarei lhe xegase o baulzinho com o vestido e mais pertenses q na carta lhe avizei q tudo Remetia Pelo seu governo governo por ir mais seguro e livre de outras empertenensias q avian de ser presizas e q o do vestido porporsionase o seu corpo na outra lhe dise lhe avia de Remeter do noso fumeiro porem fui tão Pouco felis como em tudo o mais comprei 2 porcos de 4 ARoBas por 3 moedas e anbos despois de mortos em caza se perdeo não so a carne emsacada mas os toisinhos maior dor do Curasão ainda não vi não sabemos se foi pelos demorar mais meio dia do que se costumava a partir se foi ma Lua o q sei he q tudo esta emcapas de viajar Reze pela Alma o mano estevão q me parese lhe não fis avizo na outra carta.

Pedro Rodriges me aprezentou hum filho do Caparica ja tambem pai de filho pa saber se o do era Resebido na prasa de farim porq nesta se axa sua pra mulher viva e não sei se o mesmo fo hira agora neste navio como me dis e o do po Rodrigues tambem tem ja pasaporte pa hir pa esa prasa negosiar porq nesta deveras se pode ja ter do dela porq Emfim Lxa cada ves esta pior e por iso lhe peso se não deslude de mim - com boa Remesa pa emqto me nao despaxar pa ver se em outra pte milhoro pois ha emmesides de lugares vagos sem se proverem e outros q se pertendem bender de q ha porpostas em consulta e nada se da providensia nem se dara porq el Rei não vem de salvaterra senão A 6 de junho em q fas anos pois pa ese dia se tem disposto grandiozas festas e na prasa do terreiro do Paso aparesera A estatua do noso Rei a cavalo em hum Cavalo tudo de Bronze pa memoria de sua grandeza e se julga a tão gde festa q sera tanbem puBlicasão de cazamto do noso prinsepe q Ds gde 14 mil homens estão postos e emBarcados no Rio de janro q tem hido desta Corte e das Ilhas donde se tem hido Condozir sem se saber o fim pa q isto ja a perto de hum ano são as novides q por ora lhe poso dar saudes mas e de Roza e as mesma dara A barbara narsiza e mais Rapazes e a ma comadre anna d almda e a meu Afilhado e o quereres e se falar A sra D maria nunes q se lembre de qm tanto a venera Ds gde a Vmce ms as hoje Lxa 27 de Abril de 1775

De Vmce seu mano mto estremozo Berndo de Azdo Coutto


Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXT