PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

PSCR0310

[1620-1629]. Carta de Maria Coutinho para Custódio de Paz Brandão, seu primo.

Author(s)

Maria Coutinho      

Addressee(s)

Custódio de Paz Brandão                        

Summary

A autora recomenda o irmão à atenção do destinatário e manifesta o desejo de cedo se juntar a ambos.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

sor primo ds q foi sirvido de nos acõdir e cõsolar meio de tãotos trabalhos e desavitura e trometos vos descõbri a lus e cõsolasão de teremos a vm p alivio cõsolador de nosos males de a ẽteder a vm o q me custa apartar-me deste irmão q semper foi o lume de meus olhos os quais de dia e de noite não serão senão rios de largrimas o q a anos q tẽ p ofisio não me fica outra cõsolasão senão ir ele pa a cõpanha de vm a quẽ o ẽcõmedo mto q mo cõsole e agasalha e anima pa poder tãotãotos trabalhos ate qui fui sua cõpanheira neles e me custa a morer não no ser nesta jornada e fico a mais desẽparda e so molher do mũdo ele me pmeteo de me mãdar buscar vm lho alẽbrer e aja do desta trite q o criou e agora queiria cabar a vida os pes de vm e dasa minha sora a quẽ me vm ofresa p cativa vms se logrẽ mtos anos pa ver e mtos praseres deses sors

desta trit e malafortuna ma couta

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view