PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

PSCR0057

[1500-1599]. Carta de Filipe Vaz Lobo para destinatário anónimo.

Author(s)

Filipe Vaz Lobo      

Addressee(s)

Anónimo315                        

Summary

O autor reporta a uma instância judicial factos ocorridos com um cristão-novo que conheceu enquanto estava detido.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

snors

eu como quer q são cristão velho e me doy minha nesta cadea da sidade/. não posso deixar de me hos dias pasados avera des ou doze dias esta mão a casa nova domde me mudarão pa aqui q cristãos novos prezos velho e houtro mãosebo abarcados e lhe tomarão as fazẽdas / este velho q se e mais me pgumtou p hus dous cristãos novos e se era eu seu parẽte delles dixelhe q si e q era tãobem dai a dous dias se veo a mim e me dixe q lhe emsinase não sabia nem o credo senão em llatim e mall e na sallve gregina dizemdome q lhe tinhão feito la não soubera q lhe avia ho corogedor de fazer houtra q me roguava q lhos emsinase e emsinãodolhos me tão sivell como aquella e baixa se lhe não metia mais / e asi me dixe q se o llevavão as casinhas q ho pgumtãodolhe eu porq q não dixese tall respomdeome q como elle se lla fose q todo lla se pderia e avera de pder poq sido de todos / mais dixe po hum cllerigo q aqui aõda estãodo os mãodamtos vimdo pasoãodo q cão aquelle / mais me dixe lhe eu q se lhe fisesẽ pregumtas outra vez q dixese q os mãodamẽtos q era poq era de novẽta anos dixe q não sua natura se a tinha fanada / mais me dixe dar duvida ho comer e aguastãodose elle dizẽdolhe eu q se não aguastase o comer senão per a nova ma q lhe avia de vir e tornãodolhe dixeme q era de lhe fazerẽ allgumas pgumtas outra a emtero dar não lhe vir ho comer pera q se fizese pasãodome pera esta casa de sima omde estou dizẽdo q po não ouvir ho q se amanhã fazia q era milhor q não aqui tornãodolhe eu a pgumtar poq dixeme q po iso q se fazia amanhã / histo tudo me dixe em minha comsiemsia q eu ho não vi senão alli nem conheso parẽte seu mais q isto poq ho escrevi a cõfesor fradinho da capucha q ho escrevese lloguo a vosasms / q se chama frei lho escrevo / o cristão novo se chama simão memdes ao poso do chão ao crosofisio não sei mais q isto e isto em minha allma eu lhe não quero mall nẽ no conheso a vs noso sor cõserve a vs a mim e me llivre desta salla da sidade hoje sabdo hesta aimda preso na pisão desta sidade na casa q omde estão outros mtos cristãos novos q elle como

Fellipe vaz llobo

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view