PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS7091

[1817]. Carta de Jacinto Júlio de Queirós Moura, estudante, para a sua amante, Josefa Viana de Campos.

Author(s)

Jacinto Júlio de Queirós Moura      

Addressee(s)

Josefa Viana de Campos                        

Summary

O autor reclama do facto de a destinatária não ter comparecido a um encontro. Põe a hipótese de um mal entendido: de ela o ter castigado por uma falta que ele afinal não cometera.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Ma adorada Esp

Creio meo bem que hontem te quizeste despicar de eu não aparecer às nove horas pa receber as tuas apreciaveis noticias supondo talves que eu teria dado poucos passos, pois sabe ma linda U. que não forão poucos os q no dia de hontem dei pa cumprir com a ma obrigação a respto dos teos negocios, e recolhendo me a noite debaixo de agua estive emthe as des horas a ver se deixava de chover e como não abrandasse não me servindo do menor do menor obstaculo encaminheime pa ahi me derão onze horas meia noite e hua hora e neste tempo fui tres vezes dar sinal e d' hua he que quizeste corresponder, finalmte farto de esperar e dezesperado pr não ver mover a luz na ultima ves indicio que ja dormias vim pa sima dando ao Diabo a chuva prque não trazia hum palmo enxuto; emfim não quero dizerte os incomodos pr que passei esta fatal noite prque nunca costumei exigir recompença dos sacrificios feitos a hua pessoa a qm estimo a Joaq te contará o deploravel estado em que eu lhe apareci não me escandalizo meo amor pr me não fa falar mas prque não mandaste a Ma avizarme de que não podias vir pq assim não esperava eu e vinha pa Caza tranquilo e sossegado, emfim sabe que apezar de tudo o que a teo respto me possa acontecer sempre em o teo J acharas hum amor conste e hum espozo sem igual

PS Não precizo que me mandes dizer o motivo pr q não quizeste aparecer te advirto que elle deve ser mto bem estudado pq alias eu ja não sou criança que não conheça a verde das couzas.


Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view