PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS7019

[1833]. Carta de autora não identificada para José António de Azevedo, soldado.

Author(s)

Anónima10      

Addressee(s)

José António de Azevedo                        

Summary

A autora acusa o destinatário de ele acreditar em calúnias a seu respeito.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

quinta dos cuqo Sinco d abril, as 2 da tarde, Ceste Fere Meu prezadicimo afilhado

xigo sue, carte, da date de, 22, cegão de fere paçade, mais não a recebi quarte fere, pur não ter qen ma foce e não respõndi logo, esperando.. pel incumende a qual tanben recebi, honte e page u porte de, 6 viintens, todo estave mointo bon, fuie u q nos fizeromo pre jantar, a, mointo tenpo q não cumie tan ben fuie pre mi,ou, manjar deliciozo, bastave cer inmalado, pera que le man, que, ce, mulesto tante, ves, na roda dos ferro meu qerido... j... a respeto da carte de, 22, tinhe, mointo q dizer mais pre não infadar lemito me nisto dize me q esta deszesperado q a man te treme, ore pos pre te falar verdade tudo isto, sintan, e qe fere eu qe tennho u curasão ferido, con tante rezão, eu cer buscade não e d ademirar agora si eu apruvetace, e, buscaçe Como fes... j, cerie digne, de, todo u desprezo... mais, grace za deus não busco, ni, pretendo, ni qero ore pos quis deus q este carte xigase die de trevas, pre ce terminar tal para sãopre não q mais in tal falar da Minha parte e ceje ou q deu quizer e nade mais e qen deu buscar deus a d axar nade mais... Meu afilhado não ce q valor e de dar a , de sue carte de 22 talves q tu dece a carta algume pesoe pre lle detar o coreiyo e não penso q m acõntece u mesmo a mi pur iso por iso qero ir detarle pudendo, oje tive o gosto de receber a tue 2 carte ume de 30 de março otre de 3 de Abril dentro, da, qual vinhe a de joze lobo e a ece respeto e de todo o mais pozo me, sinpre, de lli falar verdade in tudo cazo u tenpo llo fera cunhecer ja q lli não mereco esta conceto, ja, c aqele q falão, mintire são pre ti verdadero... pasience a infelis fl.. pre vos mece tudo mal ten, cen fazer Mal a ningin u uniqo denher q recebi da man do lobo fuei in papel e depos de trucado in denher ce redozieu a õnze mile res e hus testaos e mais cinqo testão q ele me deu e 2 ventes e dice, e zebeus q não qrie fazer mas nade a ece respeto pur ico fale con u cureio não ce u qe le terão, faito ben lli tenho dito tudo ja grace za deus apareseu u ome q fica cõn a qinte de meze nao tennho tenpo pre mais cegonde fere screvere, vace ja semiar tude a cemente tudo de caze estanu mesmo pasan as feste as qual lli dezejo mointo felis adeus Meu qerido afillado asete mil saudado pe ti flaviano

Celestina A. B.

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXT