PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS5038

1826. Carta de Sérvulo da Graça para Manuel Vaz, Juiz Ordinário.

Author(s)

Sérvulo da Graça      

Addressee(s)

Manuel Vaz                        

Summary

O autor queixa-se de uma conversa tida pelos réus durante a noite que não o deixou dormir.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Snr Manoel Vaz

Dou parte a vmce q ésta noite paçada não pude dormire com a converça q teve o prezo com dois obes q não conheci a falarem a resppeito de vestidos de veludinho e saias de caça e par de calçois e mais toalhas prometerão de vir oje o amanhem pelas tres oras da noite faça o q quizer segundo o q lhe parçer porq nao estou para estas bregeiradas

Servulo da Graça

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view