PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
Maarten Janssen, 2014-

CARDS4021

[1701]. Carta de Pedro Antunes para os membros da Inquisição de Évora.

Author(s)

Pedro Antunes      

Addressee(s)

Anónimo371                        

Summary

O autor denuncia um companheiro de prisão, Manuel da Silva, por recusar rezar a São João Batista e invocar o Diabo.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Meus senhores enquizidores

Eu dezemcarego a minha conciencia e emcarego a de vosas senhorias em esta cadea de evora estata hum home por nome manoel da silva o qual fala rezois q me parese competem a santa emquisicão na minha conciencia por iso dou conta a vosas senhorias Senhores em esta cadea de evora se costuma todos os dias a noite razarse a ladainha de nosa senhora e no cabo dela se pedem padre nosos e aveis marias a morte paixam de noso senhor jesus cristo e a nosa senhora e pelas almas do prugatorio e outras devasois entre elas se pede hum padre noso en louvor de sam joão baltista q pesa a deos por nos q nos dei saude na alma e no corpo este manoel da cilva tem respondido muntas vezes quando se pede este padre noso e esta ave maria em louvor de sam joão balptista dizendo q o diabo lhe leve alma se ele a sam joão balptista razar por ter sido duas vezes prezo no seu dia q se sahir pera fora que o ha de esquartigar com huma alfanga e que se for de pao caruxojo que botara tanta fumasa que não digo nada isto tem dito muntas vezes a modo de que esta escarniando e disto saram testemunhas os prezos polianario de andarde anatonio martis manoel farcisco luis da roxa farcisco marques joão farcisco q dis q lhe tem ouvisto irigias enquanto esteve no segredo com ele juze das cilva domingos farnamdes e todos os mais prezos antigos manoel martis araolhos andre cardim

Pedro Antunes

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload textSentence view