PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS3146

[1760-1769]. Carta de Maria, aliás, Maricas, para Gabriel de Mira, padre.

Author(s)

Maria, aliás, Maricas      

Addressee(s)

Gabriel de Mira                        

Summary

A autora queixa-se de doença genital ao destinatário, que declara amar. Agradece-lhe encomendas recebidas e pede mais ajuda, em dinheiro e em géneros.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Meu Marido todo do meu CoraCão

Resevi as tuas Letrinhas que mto estimei por ber Logras saude eu meu Rico filho ainda estou Cada bes pior pois o teu Coninho esta mto mal pois me naseram tres feridas lele que nem siquer poso migar Com as grandes dores eu estava bem desConfiada que bras me pegase algum galiCo mas não he ese aChaque pois eu não tive remedio senão mostrar as feridas a pedro martiis ele me dis que me torne por na Cama pa me sangrar e tornar a prugar isto sam os meus peCados pois ja me vejo bem emfadada Com esta doensa o que eu quero he que tu tenhas saude pa me aCodires pois so tu hes e meu amigo e hes o meu emparo Ca resevi hoito testois noso senhor te pague por tantos favores Meu Rico menino Ca me dise o Coreio que tu lhe diseras que me disese a mim que te mandase huma bolsinha ahi a remeto tambem vi a mostra que me mandastes e que tu dizias se eu queria huma saia e bagu não te quero infadar tanto eu agora poso pasar se me poderes favoreser Com alguma Couza pa me Curar iso he do que eu mais presizo pois eu tenho gasto mto pois as galinhas estam mto Caras adeos meu marido que so tu hes o berdaDeiro e a pesoa que eu mais estimo vejo o que me dizes do laso de bidrinho azul se he teu gosto mandarmo eu o hei de estimarei mto adeos regalate

Da tua molher Maria gabriela

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view