PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS3142

[1760-1769]. Carta de Maria, aliás, Maricas, para Gabriel de Mira, padre.

Author(s)

Maria, aliás, Maricas      

Addressee(s)

Gabriel de Mira                        

Summary

A autora escreve a Gabriel de Mira a dizer que lhe faleceu a mãe e que, por isso, não escrevia há algum tempo.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Meu Marido todo do meu coracão

não te poso expelicar o sentimento que me acompanha por te não ter escrevido a tanto tempo mas não me deves tornar culpa pois não tenho estado em vianna fui ber minha mai que ja moreu olha tu a tristeza com que eu poderei estar de me ber sem minha mai agora ja não temos inparo nenhum senão o teu dezejarei não nos dezenpares e a mim prinsipalmte pois nesesito mto e não tenho mais ningem senão a ti tu não olhes pa o que te dizem de mim pois tudo he mentira nem eu quero nada desta gente de vianna eu ja a quinze dias que estou em tavora e agora chegei aqui tersa fra so pa saber notisias tuas pois la as não tinha e tanta d car te e tinha e todas as cartas que tu me tinhas escrevidas estabam na mão de anna maria agora eu assi todas bi o que me mandas dizer que pedise ao coreio que me dese hum cruzado novo eu como estava em tavora não lho mandei pedir asim que cheigei mandei pedirlho mas ele tinha hido pa a tera e não mo deu tu me dizias que ele te disera que eu não tinha presa dele e que te dizera desconfiar de mim não teis que ter zelos pois te goardo lialdade e so deos save a nesesidade que eu tinha de dinheiro pois gastei mto com a morte de minha mai espero do teu amor me mandes algum dinheiro pois presizo mto dele mandamo pelo coreio dezejarei tenhas saude pa meu inparo pois não tenho houtra couza senão a ti aseita mtos abrasos de minha manna e de mim mtos beiginhos adeos meu rico filho eu estou mto agoniada com a falta de minha mari. e tambem por ti aseita mtas saudades do teu coninho e das tuas maminhas que so sam tuas e ham de ser adeos regalate

Desta tua molher que mto te ama emthe a morte Maria

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view