PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS3052

1759. Carta não autógrafa de Rosa Maria Egipcíaca, escrava forra, para Pedro Rodrigues, lavrador.

Author(s)

Rosa Maria Egipcíaca      

Addressee(s)

Pedro Rodrigues Arvelos                        

Summary

Carta de Rosa Maria Egipcíaca a seu amigo Pedro Rodrigues Arvelos a falar-lhe de assuntos devotos e religiosos. Dá notícias das filhas do destinatário que estão no Recolhimento do Rio: Genoveva, mansa e paciente, teve de ser lancetada num pé. O padre Francisco também teve problemas de saúde: retenção de urinas, hemorróidas e fogo nas pernas. Dá conselhos sobre como lidar com uma personagem feminina rebelde, amiga de uma das filhas do destinatário.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

J M J A i J Rio de Janeiro 16 de junho de 1759 Meu filho e Senhor Pedro Roiz arvelos

Ca Resebi hũa Carta de Vmce Com muito gosto e alegria e estimei mto q chegase Com bom suceso e achase a sua Caza em pas e minha filha e senhora Maria Thereza ainda q Com as suas amofinasois das disi porem Com saude tudo isto estimei emfenitamente eu Ca vou andando Comforme as desposisois divina e ofereso ao serviso de Vmce e de minha filha em primeiro Lugar aseitem Vmces as bensois dos nosos patroins e portectores Jezus Maria Joze Anna e Joaquim e do noso santisimo medico menino Jezus da prinsicula q he o noso medico mto agradesi a esmola e Caridade q Vmce me mandou Ja por duas vezes. Seja pelo amor de deos permita o Senhor q lhe sirva a Vmces de lus pa os alumiar emtrior e extriormente para bem obrar e asertar o Caminho verdadeiro da hardente Caridade q Comdus o Çeo q he a nosa patria fim e Remate das nosas obras descanso ETerno dos nosos trabalhos estas esmolas q Vmces me fas a mim e a outros proximos nececitados Como eu hesas são as que ha de achar que são verdadeiramente suas e de minha filha; as nosas filhas ficão de saude minha filha genoveva maria da lus está Com pée- emfermo q lhe sobreveyo hum emchaso na sola do pée q dizem ser CaLo foi Lansitado por sirurgião e agora estase Curando vai Com milhoras dée grasas a deos pelo q Respeita a ela pela sua Inocensia mansidão e pasiensia e sofrimento porq quando todos nos demos na emfermidade do pée todos ficamos adimirados de ver a pasiencia Com que sofria aquelas dores a Calada e servindo na Cozinha e eu pelejei Com ela e ela tudo Resebeu Com humildade; o noso Pe taobem esteve mto mal Com Retisão de ourinas e almorreimas e fogo das pernas desde a segunda outava da pascoa e agora he que Que vay apelando meu filho Ca vi o que vmce me mandou dizer aSerCa da caza da madrinha de faustin de minha filha faustina e da filha desa senhora eu meu filho na verdade não sei que lhe hei de Responder porq ouso dizer q esa senhora he Rebelde de Condisão; a Rebeldia meu filho foi q fechou as portas do Céo e abrio a porta do inferno foi nesesario q desese a humildade decejo do Eterno Pai e sobir obediente para abrir as portas do Ceo Com os infinitos meresimentos da sua sagrada morte paichão; e asim esas pesoas de genios Rebeldes Sobre elas não tenho que dizer porq fazem gala de ser Rebeldes paresendolhe q vão asertadas quando na verdade vão herradas e tãobem esas tais almas pela maior parte delas aCabão mal antão querem aseitar o q lhe davão e elas Regeitarão mas Ja se lhes não; Consede eu dera bom Conselho a esa senhora q he q se dese da sua Rebeldia e do fumo da sua soberba a Considerase qm he e quem vira a ser e sinza e nada e Comsiderando esta Considerasão se metese em- hũa Relegião debaicho dos pes dos prelados e prelados q a guiase pa hir para- o Ceo; abrasada Com Crusifixo pedise hũa e muntas vezes mizericordia os pes de Confesor parise aqueles malditos filhos Com dor e perpozito firme de os não tornar a Conseber porq nem os q Comsebem D Criaturas são os que são prenhes he chamo prenhe os q Consebem pecados e fazem deligensia por eles prinsipalmente os q são surdos as vozes de seus pais e mas vem a ser surdas as vozes do mesmo deos paresendolhe q fazem mal a alguem quando na verdade fazem mal a si proprios porq na verdade com a morte tudo se lhe ha de acabar todas as suas fasanhas Vmce não sabe aquela doutrina q se pergunta q dignidade Resebe homem quando se fas Cristão e se Responde fase filho da bensão adoctivo de deos e herdeyro da gloria e o q não he Cristão fase filho da maldisão escravo do do demonio dezerdado do Çeo a primeira fala digo doutrina fala com os que obedesem a vos de pai e mai e de todos os que falão em nome de deos e a segunda fala Com os que são Activos e soberbos de condisão o primeiro se ha de alegrar porq he herdeiro dos meresimentos de Jezus Christo o segundo se ha de emtristeser porq he herdeiro das penas de lucifer pois o imitou na vida e o seguia na soberba e vaidade esa senhora filha de sua Comadre; eu sei q minha filha faustina temlhe escrivido que Respeita a suavidade de ter a deos por espozo e namorarse Com veras das suas mizericordias porq são amores duraveis e ETernos porq os amores do mundo são falsos mentirozos Lizongeyros embusteiros Logo se aCabão porq tudo he emgano mas eLa sobre estas verdades nunca Responde Resposta Consoante o pée da letra hũa Couza escreve outra mui Contraria o que lée Como quem despreza tendo as Lque lée por lizonjas e as q e fabolas e o q escreve por verdadeiras e discretas se ela fora toda dada a deos porventura terião seus pais eses trabalhos e ela ese sugto por serto que não mas esa Culpa tem o pai e tem a mai porq lhe deichão tomar o pulso e fião delas Vmces dem grasas a deos por lhe tirar de as suas o q lhe peso a Vmces he q me ajude a adomalas e a merterlhe a Cabesa debaiCo do jugo da obediensia porque eu não sou a q as adomo he a virgem sancticima do parto e seu santisimo filho e eu sou Instrumento do snor e da senhora e tãobem he instrumento a q tem nome de prelada e coism isto não emfado mais a Vmce e peso que me perdõe as minhas Rezoins serem Compridas aseite Vmce e minha filha mtas e mtas saudades minhas e aseite tãobem Vmces de todas as minhas filhas mtas e mtas saudades em particular e geralmente Cada hũa por si se Recomendão a vmces saudades saudozas e mto agradesidas ao seus favores e mimos Com q as tratão e tãobem aseite Vmces de ma May mtas e mta Lembransas nas meninas não falo porq elas escreve minha filha faustina em nome das outras Meu Pe tãobem suponho ha de esCrever a Vmces Deos Gde a Vmces muntos annos etc

Desta sua fiel serva e May q mto os ama e venera mto prezas e atados nos santisimos e amabilicimos Corasoins. Roza Maria Egysiaca da vera Crus

mtas e mtas saudades as meninas e o menino que me emComendem nas suas orasois


Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view