PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS3045

1754. Carta não autógrafa de Rosa Maria Egipcíaca, escrava forra, para Pedro Rodrigues Arvelos, lavrador.

Author(s)

Rosa Maria Egipcíaca      

Addressee(s)

Pedro Rodrigues Arvelos                        

Summary

A autora dita ao padre Francisco uma carta com queixas sobre a falta de notícias da família de Pedro Rodrigues Arvelos.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Sor pedro Roiz Arvellos jezus, Maria, joze, joaquim E Anna toda a sagrada Familia esteja en compa de v mces

Meus mtos queridos senhores estimarei mto que logrem quella felix saude e Minhas senhoras mossas todas e toda a Nobre Caza que a Minha de prezente comforme Deos he cervido he Boma e a ofresso o servisso de Deos e de v mces, e desejo que estas lemitadas Regras ache a v mces comforme a despozisão devina e não quero perder ocazião de comResponder com a minha limitada lenbranssa que devo de oBrigasão de escrava de v mces Bem sei que ja agora as minhas lembranssas são pou açeitas No conceito de v mces mas nem por isso deiscorei de fazer tendo ocazião pois a esquivanssa de v mces o confessa e a pena e dor do Meu Corasão ao escrever desta carta os Meus olhos o confesão, pareceme que querem fazer das lagrimas tinta pa escrever e estas que agora deRamo ofresso , e Uno com aquellas que Meu Senhor jezus , deRamou Nos Brasos da Crus , e a virgem santissima sua May Na sua santissima paixom en ssatifasão de tanta esquivanssa que v mces mostrão pa comigo, Bendito seja o senhor pa sempre paresseme que athe heoje não tenho dado oCazião com ajuda de Deus pa que v mces se esquesão de Mim sequer com hũã regra de sua letra, pois v mces sabem que esta hera a minha comsollasão , e não sei com q palabras escrevo a v mces esta pena porq ao escrever desta me faltão as palabras e não sei porq e paresseme que quem escrevia a doutrina pa a caza de v mces não esta en caza porq me acho com mta defenssa ao escrever desta toda a doutrina esta comvertida em lagrimas e dores , e penas e Magoas não sei porq que coando escrevia pa hessa tudo hera fogo e ençendios que me paressia que me atrahia o corasão e peito em doutrina pa atrahir a todos dessa caza No aMor de jezus e de Maria e joze , e o Meu devino Menino , jezus da precincolla e asim pa testemunha desta verdade v mces verão a pouquidade com q fallo, porq não tenho que dizer e porq não tenho que dizer pa que conhesão que não sou heu a que fallo a doutrina pa hessa caza porq supunha coando escrevesse me ocoreria o que avia avia de dizer como Nas mais vezes que escrevia en lugar de me ocorer o dizer me ocorerão lagimas e suspiros a coal cousa não sei e asim me ponho ao seus pes de Minhas Senhoras Mossas , e os holhos de santa Lozia mandarei coando o Meu padre mandar as mais encomendas porq athe gora esteve de cama , doente e so a coatro ou sinco Dias he que sai fora mas ainda com molestia e por hisso não estão as encomendas feitas, e mtas lenbranssas a Minha compa e todas as minhas pareceiras de caza e fico pedindo a Deos gde a v mces por mtos annos Recolhemto de Nossa Senhora do Parto e de Dezembro 26 de 1754

Roza , Maria , Egessiaca , de Vella , Crus

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXT