PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS2701

[1760-1769]. Carta de Maria, aliás, Maricas, para Gabriel de Mira, padre.

Author(s)

Maria, aliás, Maricas      

Addressee(s)

Gabriel de Mira                        

Summary

A autora, em registo erótico, manda saudades ao destinatário.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Meu marido e todo o meu bem não te poso expelicar o gosto que tenho coando vejo letras tuas pois não poso ter maior alivio do que saber do meu Rico maridinnho tanto do meu gosto quem me dera foder com ele pois te havia de dar tantas pinguinhas a minha pisinha tam bonitinha e tam grandinha quem ma dera ja dentro do teu coninho pa fazermos hum menino tam bonito ai meu filho toma hum beiginho dame a tua lingoinha metema na minha boca e dame tambem a tua que go gosto mto dela não saves as saudades que me cauza ao fazer desta pois me parese que estou comtigo e no cabo achome so sam tantas as saudades que tal não poso expelicar dezejarei me sejas firme pois eu te goardo Lialdade e tambem quero que tu fasas o mesmo aseita mtas vezitas do teu coninho e das tuas maminhas e as mesmas daras ao meu menino e dislhe que me goarde Lialdade pois so o quero pa mim e o teu coninho tambem he so teu e ha de ser adeos meu marido adeos meu amor e todo o meu bem Desta tua molher firme emthe a morte

Maria gabriela

ahi bam as tuas maminhas aqui tens o teu coninho que esta cheio de sangue e com ele bai pintado


Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence viewManuscript line view