PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS2212

1791. Carta de Cipriano Ribeiro Freire, encarregado de negócios, para Dom João de Almeida de Melo e Castro, diplomata

Author(s)

Cipriano Ribeiro Freire      

Addressee(s)

João de Almeida de Melo e Castro                        

Summary

O autor fala sobre a nova casa e a instalação do conde naquela corte.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Illmo e Exmo Snr 1791

Vou com a brevidade possivel responder á Carta com que V Exa me honra, em data de 12 de Março, dando-lhe as informações que dezeja a respeito da mobilia desta Caza. Ella se acha inteiramente des-guarnecida, á excepção de alguns mo-veis que preservei para a decente, e indispensavel apparencia de alguns quartos em que habito, e o resto da mi-nha pequena familia, e alguns trastes fixos nas Cazas, que tambem comprei para as não fazer pardieiros emquan-to nellas existia. A Sálla grande de Visitas, de que V Exa me pede as dimençoens, e informaçoens para a sua armação, achará V Exa deli-neada no plano que remetto incluso, que que mandei fazer expressamente, e no qual achará V Exa todas as explicações requisitas na maneira mais com-prehensivel. Emquanto aos mo-veis sugeitos a Direitos que V Exa determine fazer tirar desta Alfandega, em conformidade da sua franquia Ministerial; esta pode correr depois da apresentação das Suas Cre-denciaes nesta Corte, como me aca-bam de informar os Ministros recentemente aqui chegados. As Librés de gála sam rarissimas nos An-niversarios destes soberanos, conten-tando-se todos os Ministros Estran-geiros, e Nobreza Nacional, com dallas novas naquelles dias aos seus Creados Creados, não admittindo as enormes despezas desta Corte, os Luxos extra-ordinarios que se praticam em outras. Tendo V Exa a sua Caza mobiliada, o objecto immediato he o da sua meza, e guarda roupa. E a ambos estes respeitos devo suppôr a V Exa muito bem preparado. Carruagem aqui se fas logo; e os Cavallos alugam-se a hum tanto por anno. Emquan-to a Creados os que possam faltar para completar o seu serviço, aqui ha grande provisão onde se escôlha. Se me occorresse cousa que devesse advertir a V Exa, me aproveitaria da liberdade que me para assim o fazer; mas V Exa tambem conhece este este paíz; têm perfeita pratica do que sam Cortes; e o Snr Luiz Pinto de Sousa, tambem se não póde ter esquecido de tudo quanto V Exa póssa desejar saber. O que devo repetir a V Exa he a promptidão com que executarei em todo o tempo e honra das suas Ordens, e o quanto estimarei provar sempre a V Exa o reconhecimento da mi-nha obrigação, e a minha fiel e exacta obediencia. Deos guarde a V Exa m a

Londres 12 de Abril de 1791 De V Exa O mais obgdo e hume Venor e mto obede Creado. Cypriano Ribeiro Freire

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view