PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS2194

1744. Carta de Amaro da Costa para Francisca da Encarnação, sua mãe.

Author(s)

Amaro da Costa      

Addressee(s)

Francisca da Encarnação                        

Summary

Amaro da Costa tranquiliza a mãe, Francisca da Encarnação, desmentindo as facadas que supostamente teria levado. Fala do negócio em Angola, de ter estado cativo de negros e manda lembranças a família e amigos.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Ro de janro 28 de agosto de 744 as

Minha May e Snra mto enfenita estimarei q esta achem a vmce logrando aquella saude q o meu afecto lhe deza pa dispor da ma as ocaziois do seu servso Minha May qua fico nesta cide do Rio de janro e ando com meu nego na carreyra de angolla mas não tenho sido mto afortunado q se o tivera sido ja nessa Terra havia de estar mai qr a fortuna pirmitir o tal mas espero em Ds q sedo lla hey de hir Ber qm me Bẽ qr. q eu qua louvado Ds ahinda q ando por terras alheas semper to dado Boma conta de min e to amos que me fazem favores sem eu nunca os Ber senão o conhessimto da ma saptisfasão q tenho dado , asim q semper teve q comer e BeBer e q Bestir e calssar mor do q se estivera na ma terra. e teve por nota q lhe forão dizer q me tinhão dado humas facadas qm qr q o disse mentio q se lhe dissesem estocadas fallavão verde mas nenhumas forão de perigo q ahinda sou vivo emthe o prezte ldo Ds N S to tido mto doenssa o despois des q por qua ando q isso he a cauza de eu não estar mais aumentado e Me dar mtas saudes a todos os meus irmaõs a todos os q por mim perguntarẽ huma desfurtuna teve q esteve cativo de negros ja com pouca esperanssa de me ver liver delles foy Ds devo aquelle ahinda a Terra de cristandade e com isto não enfado mais porq me paresse q estas Regras lhe darã mto grde detrimto mas eu de lhe vir dar alvicera me paresse de alegria e asim desta carta me dara a saver a todos os meus amos e prenssipal a meu irmão mais Bo podera vmce ter aRecolhido aquella menina o menos pa sua alegria aDs emthe a pra vista

deste seu fo q mto lhe qr e deza enthe a morte Amaro da Costa

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view