PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS2090

1759. Carta não autógrafa de Rosa Maria Egipcíaca, escrava forra, para Maria Teresa de Jesus, mulher de lavrador.

Author(s)

Rosa Maria Egipcíaca      

Addressee(s)

Maria Teresa de Jesus                        

Summary

A autora informa a destinatária sobre o estado de espírito das duas filhas desta que acabaram de entrar no Recolhimento de Nossa Senhora do Parto.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

J M J J A

Minha mto amada filha e sra Maria Thereza de JJezus o ceo a guarde e a cobra e ampare com o horvalho do seu amor elle emvie as suas bensoins e eu debaicho debaicho unido com ele tãobem lhe emvio a minha o meu santicimo menino Jezus da prinsicula q he caminhante eses caminhos das minas athe q chegar o bairo da gloria q he lugar e sitio emgenho donde vmce mora em cuja caza esta colcada e mora a sua Imagem q por sua hordem e amor la ficou pa ser pastor dese Rebanho a goardar ese gado e ovelhas q ja ca me trose coatro pa a sua harca santa e ele fique guardando e defendendo os q la ficão e a vmce a console e emcha do seu amor cada ves mais a mais e pa lhe fazer servisos e agradar especialmente na vertude da caridade do proximo os meus samticimos e amabalicimos corasoins tomem a vmce por sua verdadeira filha q sendo sua he ma filha e sendo minha minha he sua deles e asim não se desconsole vmce q eu dezejo mto consolar a vmce mto e mto e a todos q tem hese dezejo eu fico de saude comforme a vontade de deos e me oferesor o dispor de vmce pa o q for de seu serviso não digo a vmce mais nada porq meu filho o snro Pedro Roiz arvelos he carta viva ca chegarão as nosas filhas Maria Jacinta mto alegre e a Irmaã genoveva mais triste mas ja esta mais consolada e Rezolvida espero no mesmo snro menino Jezus q as foi buscar q as fasa cada ves mais e mais perfeitas nos seus divinos olhos porq na entrada delas pa o santo Recolhimento o snro obrou couzas a seu Respeito q ainda não obrou com nenhuma das q tem emtrado a qual foi a lisão da humilda emsinandoas a humilharse os pes de todas as criaturas não deste santo Recolhimento mas de todo o mundo porq nesta vertude he q comsiste a verdadeira vida espiritual no conhesimento proprio de qm deos he e de qm he a criatura Ds tudo a criatura nada Ds todo poderozo a criatura fragil e mizeravel o snro lhe tapete a elas desta mesma vertude da humildade e q seja da cor da Tera q se deicha pizar de todos pa depois se levantarem bem vistas nos olhos de deos e vmce tenhase por Mãi ditoza e afortunada pois o snro lhe tira de caza as filhas por aleviala do trabalho de as andar vegiando, e viver com sobresalto e asim peso a vmce q se lembre delas, e do Recolhimento porq somos pobres tenho mtas saudades e dezejos de ver a vmce antes de partir deste mundo mas o meu Pe dis q não pode ser por não ficar a caza mas tudo pode ser se ele quizese não falo nas outras meninas porq elas todas escrevem e com isto não emfado mais a Vmce o Ceo a gde Como dezejo em seu santo serviso

hoje 13 de marso de 1759 Mai q mto a venera e ama Roza Maria Egyciaca da vera Crus

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view