PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS2087

1755. Carta não autógrafa de Rosa Maria Egipcíaca, escrava forra, para Pedro Rodrigues Arvelos, lavrador.

Author(s)

Rosa Maria Egipcíaca      

Addressee(s)

Pedro Rodrigues Arvelos                        

Summary

Carta de Rosa Maria Egipcíaca onde apenas fala de assuntos de cariz religioso.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Bendito e louvado seja o altisimo misterio da santisima trindade Pe e Fo e esperito sto tres pesoas distintas na ensensia e trino na pesoa q por noso amor se quis outra ves vir Renaser em corasao pa nos m mostrar a lus da sua devina vonte esta se cunpra continuamte sem sesar pa hirmos a seu seguimto athe achar no canpo da vitoria q he donde ele esta sentado no trono sublimado da mão direita de Ds pe todo poderoso Rodeado de sarafins e querubins e toda a ierarquia seleste e sidado Ma santisima nosa serenisima sra adevogada sra sta anna noso socorro pois nas suas stas maos esta depozitado todo o noso bem a todos Rogo instantemte esteja nesa nobre compa ajudando e defendendo toda a cauza q lhe pode perturbar Mto querido sor pedro Roiz alvelos

com mto gosto e comtentamto Resebi huã de vmce a qual fis toda a estimasão posivel huã foi porq tive a notisia de vmce e de ma sra a segunda he por ver o portador qm hera estes dois c comtemtamtos me cauzarão grandes gozos no meu esperito; na lembransa do amor com q vmces tanto dezejão o aumto dos meus bens esperituas os devinisimos e santisimos corasois de jezus e ma jjoaquim e anna lhe dem a vmce tal eficas auxilio de grasa pa ver a tragedia do seu divino amor concluida pois eles ja vem em canpo com o estendarte do seu devino braso aberto fogentando os nosos inimigos contrarios da nosa alma mundo diabo carne e os seus asaquazes emCredulos pois ja esta posta a primeira pedra da fundasão em dia da asunsão de nosa sra Creio q na porta do inferno esta a pedra posta nas Cadbesas de todos os demonios quero taobem q vmce e ma snra se alegrem com estas notisias o devino menino Jezus da persincula Ja esta fazendo caza pa Recolher nela as sua ovelhas perdidas as coais andão espalhadas caindo cada paso na Rede do demonio permita ele mesmo ser o casador das nosas e q todos venhão, pa ele com os brasos abertos pois ele esta com a porta aberta a qual he do seu do seu devino corasão e de sua may sta e de seu pai potativo o so são Jozeph e e de sua avó, a sra sta anna e de seu sto avo, o sor são joaquim e nos Recolher em si e darnos comsolasao as nosas perigrinhas almas vmce bem sabe q este devino sor coando Redemio o mundo a primeira ves foi em huã crus de madeira q asim havera de ser porq os nosos corasoins estavão feitos huns troncos brutos era nesesario q o Redentor se pozesem em outra arvore bruta pa Redimirmos mas agora q os nosos corasois esta feito pedra he nesesario huã crus de pedra pa Remilo e porq o corasão de jezus he fogo e de ma Jozeph Joaquim e anna ateam as lavaredas pa cobrar a dureza da nosa porq a pedra comumte he nesesario fogo e polvora pa as quebrantar pois agora seja o de jezus fogo e de maria polvora e de joze joaquim e anna isendio pa abrazar as nosas e queimar as cordas das culpas com q estamos atadas prostradas os pes dos Confesores desfeitos os nosos Corasois todos e magoa distilada pelos olhos pa lavarmos todas as feias manchas das nosas culpas e mezerias pa asim ficarmos todos unidos a eles pois eles agora se oferesem por nosos adevogados diante do eterno Pai porq vendo Ds o mundo tão Relaxado foi nesesario vir agora de novamte Renaser no parto da mesma sra pa nosa salvasão queira deos q nos nos aporveitemos disto e eu ainda q peCadora sempre comfiava no mto q o povo das minas nos perseguia q emdicava alguã novide na terra e eu agora inda não poso dizer nada porq asim espero nos mesmos corasois q sejão testemunhas desta verdade porq a obra he sua e vmce tenha mta consolasão e toda a sua caza e familia pela Caridade q uzou e uza com esta alma peregrinha vmce e todos os seus são jornaleiros e o meu menino jezus he o noso amo ha de pagar bem a qm pa ele trabalha e tem trabalhado asim não se dezanime nem se desConsole com os seus trabalhos pois são trasas do meu menino pa porificar o Corasão de vmce e de todos os seus pa asim se onirem milhor na sua Compa ele permita darlhe a sta comfirmidade e pasiensia pa vmce alevantar os olhos da fee e alma pa o ver obrando pordigios a noso favor estes q o perseguem pesa a noso sro por eles mas de nenhuá sorte fasa comserto porq he emcargo da alma e Comsiensia porq vmce tem ma sra e mas srras mosas porq se vmce quizer perder a sua pte elas não hão de querer perder a sua eu bem sei q he bom fazer bem os imigos q Ds manda mas iso he se os acharmos cahidos darmoslhe a mao pa os alevantarmos e não comsentir q eles nos derrube a nos no chão e asim defenda a sua cauza com os olhos nos meus devinos Corasois q eles o hão de favoreser e ajudar e se não escute vmce o pordigio de seu compadre o sor Antonio alves vejo a sua cauza aqui o Rio de janeiro, o meu padre franco me dise pedise pedise a ds por ele ds q sabe dos segredos foturos não quis q os menistros ademetir a sua Cauza por verdadeira sendo ela verdade quis sahise a demanda contra ele pa asim milhor o premiar e Chamar a sii agora não poso falar falarei a vmce em outro lugar pa q vmce mais se alegre porq os meus ajudadores não hão de ficar sem premio asim na alma como no Corpo e asim não se emfraquesa animese com o alor a levar a sua crus e asim não o espero em ds q vmce seja pedro defedendo o sor na prizão mas q taobem seja simão sireneo ajudando ao sor a levar a crus e deixar frustrado o inferno com os seus demonios e os seus emCredulos Com a suas duvidas asim como simão serineo deixou os judeos com as suas trevas e Comfuzois donde hoje estão chorando sem Remedio não permita ds q asim soçeda aos emCredulos das minas noso sor dee a todos a sua devina grasca com lus pa q todos venhão a Convertese nos meus santisimos e amantisimos Corasois tãobem ouvi dizer q vmce vinha abaixo trazer a sua cauza oxala q asim fora q ese dia morria de comtentamto mas he tal a ma pobreza q não ei de ter esa dita mas vmce se quizese bem podera vir vezitar as obras dos meus devinos Corasois pois vindo escuteiro he bem perto porq o meu Pe frco chegou aqui no espaso de seis dias taobem dou o agradesimto da esmola q Resebi seja pelo amor de ds vmce me fara a esa ma sra q esta haja por sua e lhe dira q ja mandei dar os olhos de sta Luzia q sua mce me mandou dar aseite vmce huã e mtas vezes amorozas saudes mas e o mesmo faso a ma sra e mas sras mosas todas e o meu Pe frco fas o mesmo vmce tenha a bondade de dizer a ma sra faustina q qm a de ser espoza do menino q a de ter sua crus q esa emfermide não he outra couza senão crus q o menino ja lhe pos pa a ter da sua mão segura pa minguem entender com ela e eu asim de Continuamte a emcomendo ao mesmo espozo q a gde e vmce e ma sra tenha gosto de a ver unida com o mesmo espozo não o a ela senão as mais sras veja o mesmo e com isto não emfado mais a vmces q Ds Gde ms as em seu sto serviso

Recolhimtodos Santisimos Corasois de jezus maria joze joaquim e ana em a Side do Rio de janro en nosasrado parto hoje dezais de setenbro de mil e setesentos e sincoenta e sinco anos De Vmce escrava mto omilde e obideente q mto o ama e venera nos santisimos Corasois Roza ma Egpçiaca da vera Crus

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXT