PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS2086

1752. Carta não autógrafa de Rosa Maria Egipcíaca, escrava forra, para Pedro Rodrigues Arvelos, lavrador.

Author(s)

Rosa Maria Egipcíaca      

Addressee(s)

Pedro Rodrigues Arvelos                        

Summary

Carta de Rosa Maria Egipcíaca onde esta dá notícias e fala de assuntos de cariz religioso. Menciona os presentes que manda pelo portador da carta: nozes, ovas de tainha, biscoitos, cocos. Brinca com a forma de tratamento adoptada pelo destinatário em carta anterior. Refere-se a uma "companheira", presumivelmente outra escrava, que vive em casa do destinatário.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Snr Po Roiz Anvers meu Snr

De vmce huã recebi a qual aplaudi com jubillos de alegria e a festijei infinito, pois nella vi lograva vmce felis saude, a qual N Snr lha augmente por ms anns em compa de minha senhora Maria Thereza de Jezus, e de minhas senhoras mossas. A minha ao prezte he boã, seja Ds louvado, com a minha queixa costumada o Divino Menino Jezus da Porciunculla pello seu divino amor me queira dar forças pa hir com a sua sanctissima crus sempre em augmento de seu sancto serviço pa dar a vmce mtas occazioens de gosto, e a minha senhora, e a todos os escolhidos da snra sta Anna, pois eu tenho , q os incredullos, andem ficar como incredullos q são, he neccessario tambem, q vmce e todos os escolhidos devotos da snra sta Anna vivão na tãobem; pa q algum dia nos alegremos, e os incredullos, q não permita Ds q chorem: hoje fas outo dias, q pa foi hum portador, e eu escrevi por elle pa vmce e o meu Padre, mandei huãs miudezas, q me fes mce meu Padre fr Agostinho de S Jozé, eu não sei o nome do portador; mas sei q se chama Caetano o primeiro nome; meu Padre Franco Lopes bem o conhece, e asim vmce me perdoe a confiança q tive de mandar; tambem tinha mandado dizer, q me tinha ficado huas poucas de nozes, as quaes remeterei agora por este portador. receby, a oferta de minha companhra seja pello amor de Ds chegou em ocazião tam neccessaria, q logo distribuhi Com ella o sacrificio da Missa da sanctissima da Piedade pa fazer todos participantes os escolhidos da crus se o portador, acazo quizer levar, remeto a vmce quatro pares de ovas de Tainhas pa vmce comer junto com o meu Rdo Padre Franco Lopes, digo Glz Lopes, e minha snra Ma Thereza de Jezus, não remeto mais, porq houve falta dellas ca no Rio de Janro vai huã solta embrulhada em hum papelinho pa minha companheira, e vão tambem huns biscoutinhos brabos, q tambem são pa ella, e as nozes, se acazo o portador mas quizer levar tambem as remeto pa vmce e pa o meu Pe, e snra, os cocos, q eu mandei dizer apodrecerão e vão huns coquinhos pa as mossas se devertirem com elles, que são desta terra, vmce me de minhas lembranças a minha snra Ma Thereza de Jezus, e a minhas snras mossas todas, e minha companheira, e a todos dessa nobre caza, e o snr Anto Tavares aceite mtas saudades minhas, q se alegre sempre com a sua crus, q eu vou mto satisfeita, porq pa mim morrerão os trabalhos, não os sinto, estou cortida ao meu Rdo Pe João frra devo vmce mil lembrcas e saudades em quantidade, q se alegre sempre em o snr e me emcommende a elle, e a meu Pe jozé Frz vmce delhe minhas lembranças, q se lembre daquelle ajuste, q eu não faço obras, poucas são; mas meto a elle por participante Ds queira me ouvir, e sua may sanctissima aceitarme, e sua avó a snra sta Anna, meu Padre q me bote a sua benção e vmce tambem eu estou mto agravada de vmce por achar na carta, q vmce me trata por Vmce quizera saber aonde tal se ouvio, qdo os snres estão agastados com as escravas, então lhe chamão por vmce o mais fica pa a vista, Ds gde a vmce ms anns e perdoe as minhas empertinecias

Rio de Janro 24 de septo de 1752 a Desta sua escrava q mto lhe quer, e ama Roza Ma da Vera Cruz

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXT