PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS2083

[1759-1763]. Carta de Faustina Maria para seu pai, Pedro Rodrigues Arvelos, lavrador.

Author(s)

Faustina Maria      

Addressee(s)

Pedro Rodrigues Arvelos                        

Summary

A autora escreve a seu pai, Pedro Rodrigues Arvelos, falando-lhe de assuntos espirituais, mas tocando também em assuntos mundanos: refere o incêndio de um navio onde estaria um tio, de que receberam notícias pelo barbeiro; acrescenta no final umas palavras dirigidas ao irmão, a quem recomenda orações para fortalecer a memória; manda continhas e uma fitinha de presente.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

J M J hoje 8 de janeiro

Meu Pai e Snr resebi a de vmce ao mesmo tenpo q dezejava q vmce fose o portador mais sertamte conheso q as minhas culpas me privão desa dita porq fazem com q ma s Mai não seda de seu pareser Ds primita q minha Mai quera em tudo agradar a Ds porq lhe dara gloria e tera grande dita porem q seja com tenpo e não permita Ds q coando ela queira Ds não queira q asim sosede e he palavra de Ds q coando o seu aMor nos quer nos não queremos q coando quizermos ele não a de querer Ds nos livre de tal disgrasia os meus santisimos protetores e aMantisimos snres amabilisimos corasois de jezus Maria joze joaqui e Ana nos enpare por entersesão de nosa Mai Mader e sagrada protetora Minha redentora e lhes de a vmece huma forte rezulusão para obrarem o q devem como pecadores procurando com ansia o seu remediu porq Ds esta com os seus brasos abertos para os reseber q asim lhe obriga a menina dos seus olhos mas veja vmce q o ano q Ds lhe deu esta acabado e prinsipiou o ano da ritidão e ijzecusão do poderozo Ds e eu ja vi hum sinal muito digno de temer e tremer e chorar Minha Madre e mestra a se recomenda a vmces, Mto saudoza e lhes manda a sua P sta bensão q lhe não escreve na ocazião porq o portador vai depresa e q tendo outro portador lhe a de escrever tãobem Manda a sua bensão e milhares de saudades o seu afilhado e os mais filhos e filhas eu lhes mando dizer q ame mto a sua Madrinha q não mes meresiamos a Ds q nos dese hua Madrinha tão amante q dara a vida e o sangue pela nosa salvasão e foi tudo coanto pode pelo noso bem as lagrimas no seus olhos nunca enxugua e vio e espremento todos os dias nesta Mai estremos e finezas no amor de tais filhos q tem o seu amor igoal conpetensia ço o amor q Ds nos tem por fim quer ser privada da gloria para q nos alogremos e vendonos tão ruis mas e perversas nunca nos lança fora do seu aMor todas as oras more e acaba a vida de conpasxão de nosas mizerias e muntos estremos q por nos obra Ds me da a conheser e eu me calo e louvo a Ds nunca vi tal amor emfim he mui subrior louvemos todos a Ds e amemos a nosa Madre q hela nos merese todo amor e por mais fino q seja he mui suprior infrior ao seu mirisimento eu dezejo q q a não amo como devo de lhe não dar desgosto sabera vmce q ca festejemos com mto arojo a festa do nasimto e do santisimo nome de jezus e os reis e cada hua mais rig rija grandes enpenhos fizerão mtos para verem e mtos q virão louvarão a Ds de ver as luzes do sr com q o snr ilustra huas criaturas tão inorantes digo a vmces q sertamte estiverão mui bonitos e o rey corou porem tive o de q vmces não tivesem a fortuna de estarem tãobem nesta sta conpanhia porem a sua mizeria em q vmces cahira não nos fasa resiar porq Minha Madre e Meu Pai são tão binignos q o seu mahior garbo he aMarem e fazerem bem a quem lhes fas mal e o seu gosto he perdoarem e dezejarem os nosos aumentos espirituais q todo o seu cuidado he buscar almas para Ds e conduzilas para os o çeo se vmces os procurarem arependidos eu lhe premeto q os on de açhar todos amantes e piadozos porq ninguem os tem ofendido nem ofende do q eu mais nunca me querem dezenparar senpre me procurão com aMor de Pais e com isto não enfado mais a vmces aseitem da nosas irmas saudades sem fim todas in geral e nossa irma Anna do santisimo corasão de maria escreve a vmce e eu ei de estimar q vmces aseitem tudo coanto ela dis porq ela não he q o dis sim Ds q por entersesão de nosa Madre procura todos os mehios para q vmces se aproveitem da sua eransa e se todos os filhos herdão di seus pais os verdadeiros filhos desta Mai on de erdar tãobem dos seus bens q he os mirisimentos de jezu cris o perdão das culpas e o gozar de Ds na sua alegre conpanhia para senpre e q mais devemos dezejar hum bem tão grande nos oferese Ds por esta sta protetora e nos desprezamos esta sua eransa para erdarmos as penas eternas q nos premetem as nosas maldades enfilizes pecadores fasamos da nosa parte coanto pudermos con toda a nosa pubreza por siguir os pasos de nosa Madre q se asim o não fizermos vamos erados saudades e mais saudades a meu avo e a minha avo e meu tio e minha madrinha e meu Mestre e todos de caza e conhesidos a snra Maria Madalena e suas filhas não fiquem de fora a irma jenoveva irma Maria jasinto e irma francisca jozefa pedem a vmces q esta haja por sua e pedimos juntamta a suas bensão Meu tio q as a nau de gera esta neste rio de janeiro q ca o esperamos e logo nos tres dias depois de chegar lhe hia sosedendo grande desgrasia porem ouve enbargobo enbargo senpre se queimou algua fazenda e pirigarão vinte seis pesoas q nos dise o noso barbeiro q tinha hido ao spital sa q estavão bem maltratados athe vespura de reis dis q tinha morido ja seis Ds Gde a vmces senpre debaixo do enparo de nosa madre q he qm nos livra de tantos mal se ela não fora crehio q toda a nau se destruhia porq asim como entrarão a tocar entrou a enplorar a Ds secoro e Ds a ouviu mais he tal a nosa Mizeria q não conhesemos isto por castigo mais sim temos por soseso e pegou o fogo no conves de hum pouco de polvra q tinhão em hum baril vmce coando vier sem falta me traga em sua conpanhia paulo e lhe de mas saudades e a todos os mais q não tenho q lhes mandar q sou franciscana pobre

de vmce filha a mais indigna Faustina Maria do coras coracão de sta Anna

Meu Mano filis q estemei mto o mimo das suas letra q para ter boa memoria se encomende todos os dias a nova imagem sta doutora da reforma pedindolhe se for para gloria de Ds e proveito da sua alm q seje mto sua devota q lhe pesa q seja sua mestra Anna Maria q em agradesimto da sua carta q me fes lhe mando hesas continhas e a fitinha azul he para Ma Mai, feles na ócazião q não tenho q lhe manda


Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view