PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS2038

1799. Carta de Manuel José da Costa, pároco, para Luís António de Brito Cabral, comissário.

Author(s)

Manuel José da Costa      

Addressee(s)

Luis António de Brito Cabral                        

Summary

Manuel José da Costa escreve a Luís António de Brito Cabral, comissário, denunciando as práticas de feitiçaria de Maria da Silva.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Rmo Sr Luis Anto de Britto Cabral

Amigo do Coração estimo logre sempre saude felis, e que tivesse boas despedidas de annos velhos, e entrada dos novos com tantas felicidades quantas o meu affecto lhe appeteço. Sr como sei que se acha no emprego de commissario do Santo officio vou por este modo a fazer a vmce huma denuncia que hum meu freguez estava obrigado a f a fazer; mas como se acha empedido me pede o faça eu em nome delle. Este me diz q indo por inculcas que lhe derão a Ribeira de Panella ao Pe das duas Igrejas ter com Maria da Silva consultalla sobre mo-lestias que padecia esta lhe fez patente os feitiços que lhe fizerão donde enferio que não podia ser senão tendo pacto con o Demonio; por isso partecipo a vmce esta pte se bem que ja este cazo he sucedido a mais A mais de tres annos e não a tenha denunciado por ignorar tal obrigação, o mesmo Sugeito não sabe o termo mas sabe que he da Comarca de Braga. Estimarei tenha sempre saude perfeita e que se sirva da que me asiste que, offereço no seu servi-ço como qm he

De Vm Amo mto vor e affectivo Do Parocho de S João de Longos valles Manoel Joze da Costa Tro de Monção frga de S João de Longos valles 2 de Janro de 1799

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view