PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS2031

1792. Carta de Mariana Teresa para a sua irmã, Maria Angélica.

Author(s)

Mariana Teresa      

Addressee(s)

Maria Angélica                        

Summary

A autora conta à irmã como ficou desamparada e como vive por favor em casa de uma senhora. Pede-lhe ainda que a ajude e a mande buscar.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Mana do CoraCão estimarei q estas duas Regas haxem a vmce Com Prefeita saude em ComPanhia do meu Conhado dos manos e de todos de caza Mana do Coracão sebera q me haxo no maior dezemParo q nemgem se quira ver pois não tinha abrigo de Pai Pois ele he morto nem de nigem tem abrigo Pois atonio dis q se eu quizese escrever q escrevese Pois ele esta em huma caza de miai emPrestada Pois ela fiCou Por irdeiRa testamenteira de tudo quanto o Pai tinha e a mim dezidarme nim em mi me falou asim estava tordozido Por ela q me não me não Podia ver asim me haxo em huma caza nem estou Por soldada nem deixo de estar tratame como filha da caza mas temese dos outos Porq estou mto desPrezilve não me deo mais nada do q a saia de xita andome servindo com o fato da dona da caza e asim esPero a Resposta desta e asim vmce como esta em loga de mem asim veja vmce se manda ir Para esa tera e asim esPero Pela a RerPosta Pois a antonio des ta q o pai sedeo a sePoltura numca mais me Porcurou de saudades a todos q Por mim Porguntar com isto não emfado mais a vmce

desta sua mana Mariana Thereza

Mande me a Rerposta quanto mais dePresa milhor ReMete a Carta pa o teireirinho de Sta Cathirina de monte sinal dentro em hum cintalhino Remetida a mariana geliCa


Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence viewSyntactic annotationManuscript line view