PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS1027

1758. Carta não autógrafa de Rosa Maria Egipcíaca, escrava forra, para Maria Teresa de Jesus, mulher de lavrador.

Author(s)

Rosa Maria Egipcíaca      

Addressee(s)

Maria Teresa de Jesus                        

Summary

A autora agradece a sua carta de alforria. Escreve longamente sobre assuntos de devoção e pede no final uma esmola para fazer um ramalhete para pôr nas mãos da Virgem.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

J M J A Joaquim

Minha mto amada e querida Snra Maria Thereza de yezus estimarei q estas Limitadas Regras achem a vmce asestida de hũa tão felis saude e toda esa nobre Caza Como eu a deos peso a ma o prezete he boã deos Louvado e a ofereso ao serviso e dispor de vmce me perdoi a Comfiansa q tomo pa fazer esta; agradeso a vmce mto a Lembransa q de mim tem nas Cartas q escreve as minhas filhas o não esCrever a vmce Carta apartada he porq esCrevo a vmce junto Com meu snor sobretudo agradeso a vmces mto e mto o mandarme a Carta da ma Liberdade não porq eu queira ser Liberta porq sempre me Conto no numero dos meus praseiros e quero q vmces tãobem me Conte e os meus santicimos e amabelicimos Corasois e o divino menino Jezus da priunsicula he q de pagar a Vmces e Remunerar tudo pelos meresimtos do seu Santicimo Coração eu Ca vou andando na Campanha junto Com meu Snor jezus Christo pa Comquistarmos almas pa o Ceo, dizem q eu eu estou sumida O provera a Deos q eu ja estivera sumida nas emtranhas de meu Snor Jezus Christo e q o meu padre dezaparesera asim sera q esteja dezapareçido dos olhos dos malevolos e esteja patente nos olhos de Ds e da Snra Santa Anna vmces não sejão faseis em dar ouvidos e Creditos os demonios porq os q levão la esas noticias são Correios dos dedmonios eu por mim me alegro mto Com as imfamias e Calunias q se pom na minha vida porq duas Castas de gente hũms q servem a deos outros de qm deos se serve : pa perseguir os seus eu bem sei que a mentira tem azas e avóa mto Longe e he direita e a verdade he Coixa a mentira tem mais agazalho e emtrada nos Corasois humanos e a verdade tem menos Lugar mas ela vem devagar mas qdo Chegár, a mentira dezaparese e ela fica snra do Campo asim espero q Suceda nas obras de meu Snor da imfamia e do veneno q nela se bota bem sei q vmces vivem asustadas do q Respeita as meninas pois vmces não fião nada do meu Pe francisco Coando iso asim fose; o q tem havido he commigo e com meu Snor pa maior Realse das suas mizezericordias tudo asim he necesario pa maior grandeza do seu amor Repare vmces bem q são mtos Cães q Ladrão e nenhum pode morder e atão he verdade q tem outrem q dominão sobre eles de maneira os não deixa Chegar a sua obra e antão eles todos furiozos Rodeão as obras do Snor e Latem e porCurão os homens por seus validos pa sua sizania e embustises eu bem sei q qm esta de Longe ouve mentiras qdo La chegão emfeitadas e Crém q asim he mas qm tem feé e Cre q as obras grandes do Snor Sempre forão perseguidas não da Credito mas vmces deichãose Cahir nesa tentasão porq o instrumento q trose he vil q sou eu e o meu Pe Franco sendo menistro he pobre pa Com o mundo e mto Rico pa Com deos pois o Snor o escolheo e lhe emtregou o seu gado pa vmces terem maior fee vejão se neste Rebanho tem algũas pesoas grandes e sabias senão pequenas e ignorantes vejão q os grandes do mundo imitadores de Lucifer na falsa siencia se algua nada Comnosco todos nos abominão o pequeno povo segueno a ele asim Como os Anjos pequenos seguirão a Lucifer qdo despenhara do Ceo pa o inferno aLevantem vmces o emtendimento e ponderem no nacimento de deos menino no prezepio vejão se estão algũas pesoas grandes do mundo adorandoo excto os tres os Reis q vierão de mto Longe adoralo Levantem o emtendimento e ponhão em o apostolado do Snr e vejão se o Snor Levou La algum homem grande do mundo exceto são Bertholameu q os mais todos herão pobres pesCadores e humildes Levantem a Considerasão e vejão se houve Mestre no mundo ou ha de haver Como hum Ds homem emsinando os humildes e fugindo dos grandes; todo o seu negocio he proCurar os piquenos pa quebrar a Cabesa da Soberba dos grandes vejão se houve naCimento ou ha de haver Como o de hum Ds humanado feito homem pois Snors Como nace este Snor em tanta vileza e baixeza Sera por não haver no mundo palacios a Sua Satisfasão sera sendo ele qm he sim porq os nosos Corasois he q ele quer por Caza e as nosas almas por palacio e as nosas por trono e as nosas emClinasois e afectos por Anjos e Serafins q o Louvem e o adorem e os nosos dezejos por Servos q o sirvão e a nosa feé por agrado q o ame e a nosa esperansa por maxima q o siga e a nosa Caridade por fogo q o aquente q ele esta tremendo Com frio e a nosa vontade por afecto e Caricia q o agalante q ele he menino Chorando; e Como os piquenos são pobres de espirito Com asistencia da sua divina grasa podem de milhor vontade dar a ele esta gloria aCidental q he de seu maior agrado por hiso he q ele busca os humildes e pobres peCadores Como a mim o sahir eu de caza não foi efeito das Criaturas mas sim dele porq ja havia dois annos q ele me tinha dito q eu houvera de sahir do Recolhimento mas q primeiro havia de morrer pa ResuCitar e Com efeito asim me sucedeu e lhe perguntei tãobem Como hera esta ResuCitasão Respondeume q hera ResuCitar da morte da culpa avida da grasa e q o mesmo socediria a todos aqueles q Com veras me Chamasem mai e qdo Chegou o tempo da ma sahida me dise ele eu sou o Capitão general do teu exzercito andai vamos eu quero hir tirar Listra daqueles q andem habitar debaixo da bandeira da ma Crus, e quero sahir o Campo do exzercito Combater Contra Lucifer porq eu venho buscar Corasoins Comtritos e humilhados; dito isto houvi Logo hũa vos dezafiar Liçifer dizemdolhe eu estou aqui o q queres de mim; eu estou aqui preza e atatada a meu Snor se algũa Couza queres de mim ele he Capitão general do meu exzercito tudo isto houvi na novena do noso Pe São Franco q estava fazendo; e Logo sem que nem pa que moveuse o Comfesor Contra mim q foi qm ele foi buscar pa instrumento e taobem me trose hũa mosa ilhoa dizendo q se queria Recolher e esta trouse todos os diabos Comsigo q asim Como emtrou não quis Renderse a obidiensia nem do padre Comfesor nem da irmaã Mestra não da irmaã Regente dizendo q vinha pa governar e não pa obedeçer e desta sorte se forão dispondo as couzas no dia do santicimo nome de maria fomonos Comfesar depois q Recebi o Snor houvi hũa vos q me dise não quero neste Rebanho amor fidalgo senão amor maquaniquo eu q houvia isto fiquei toda Confuza e não sabia o porq se me dizia isto Chegando a noite fomos pa nosa Reza moveu o Snor a sua justiÇa sobre nos q nos vimos no inferno hera tanto o susto e o temor entre nos q não sabiamos o q fizeçemos todas proCuravão a deliCuente pa fazerem nela a exzecusão as pequeninas gritavão Snor Ds mizeriCordia; os Corpos das Criaturas voavão e todas me vinhão ter Com o meu Pe e Comigo porq nos he q a estavamos amparando Com as Imagens Rezando e pedindo a Ds soCorro por ela Ma Snra foi tal a Comfuzão q tivemos por espaso de sinco dias q ja tinhamos medo de Rezar as Criaturas todas não dormião nem socegavão sempre estavão em e algũ boCadinho q se emCostavão estavalhe o Corpo tremendo e Combatendo Com a furia dos demonios A Snra se o Juizo feito no Corpo das Criaturas he tão horendo q fara sozinha no dia universal e na hora da morte emfim Snra tudo em nos herão lagrimas e sospiros e se acazo ela se não Retira Com sua ainda havia de chegar a mais; depois de se por fora moveu toda junto Com os demonios e junto Com o mais q vmce bem sabe amasada Contra mim e Contra o meu Pe e desa sorte se estendeu a mesa emfame pa se Cozinhar no forno dos Corasoins de Cada dos fieis, dis o Snor q qm bem tomar bem ficara e qm mal tomar mal ficara isto he Comforme Cada julgar a sentensa da ma Cauza q qm julgar bem bem ficara e qm mal julgar mal ficara porq não julgão Contra mim julgão Contra si proprio diseme mais q eu disese a vmces q eu hera muro de girico na defeza e q era espada de Cedeão na guerra e q era patriarCha Joze do Egito na Constancia e q os meus irmãos hão de adorar o seu santicimo Corasão asim Como fizerão os irmãos de joze por sonho estraordinario q ele sonhou sendo o sonho seu lhe tommarão aborecimento athe q o vierão a vender mas q o sonho se veviricou porq depois o vierão adorar Reconhecendoo por seu Rey q hiso mesmo dizia agora q a Respeito de mim pa mor do seu Coração e q asim Como agora o povo todo hera Contra ele q despois todos lhe hão de obedeser dise mais q lhe diçese a vmces q ele he o soberano medico q vem Curar; e o ser a gente de caza toda vexada q he porq ele vem Curar as emfermidades da alma e não do corpo porq tendo a alma saude o corpo tãobem a ha de ter estando eu Considerando nisto lhe perguntei porq se alargava mais Com vmces do q Com outras Criaturas me Respondeu q na vertude da caridade taobem : Ds devia obrigasois as suas Criaturas aqueles q a exzercitavão por seu amor e Com isto não emfado mais a vmce asim asim aseite vmce mtas saudes minhas q eu bem dezejo de a ver antes de eu partir deste mundo porem Como não pode ser terei paçiencia vmce me de Lcas a toda a gente de caza e ao Snr Pe Joze mas saudes q me deite a sua Bensão e q se não esquesa do noso ajuste Ds Gde a vmce ms a em seu Sto Serviso:

27 de 7bro de 1758 De Vmce Escrava mais humilde e obidiente q mto e mto a ama e venera Roza Ma Egyciaca da vera Crus

Agora peso a vmce hũa esmola em louvor dos meus amanticimos Corasoins ainda q seja valia de vimtem ou de Rs q he pa fazer Ramalhete pa por nas mãos da vir virgem da Conseisão no altar donde foi a aparisão dos meus Stos Corasois he agrado de Ds q eu o fasa asim peso a vmces esta esmola peso o Sor felis a Snra Anna ma peso a Snra maria jacinta peso a Snra genovena ainda q ela de nos não quer nada Ds lhe ponha a vertude isto he pa q todos sejão participantes da pas ETerna q o Snr permeta a todas q derem esmola para esta obra


Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view