PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS1012

1642. Carta de Belchior Alvares Pimentel para um membro da Inquisição de Lisboa.

Author(s)

Belchior Álvares Pimentel      

Addressee(s)

Anónimo108                        

Summary

Belchior Pimentel escreve aos Inquisidores pedindo por favor que lhe passem uma certidão em como ele é cristão-velho.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Ilmos Snnors

Muito agradesido estou Pella muyta meziriCordia de este santo tribunal E santo ouficio que alcançamos todos E de Vossas Senhorias tanbem estou oubriguado todo o estado que Vs me derão a Rogar a nosso snor Jesus XPo e a Virgem Santa maria senhora a quem temos muita fee E eu como Cristão aRependido de meus pecados me abraço Com o devino de nossa santa fee catoliqua. eu fico aprezentado em mazagão debaxo do Puder do snor Ruy de moira ofereçido a tudo o que vossas senhorias E o snor governador ordenarem eu fico mui aRisquado Em hũa quama o sentimento de algumas mollestias de minha denidade não havia de paçar a vossas senhorias peço por esmola huma certidão de Cristão velho achandoçe partes pera hyço E tanbem tres sertidõis como são duas Cerviços do brazil E hũa de mazagão que forão acostadas a hũa petição que fis ao santo tribunal de muita mesericordia que foy feita a petição e en 7 dias do mes de abril e metida pello alcayde estevão da costa peço a vossas senhorias me mande emcamenhar hesas tres sertidois E huma abonada de Cristão velho o que vossas senhorias ordenarem pelo Reverendo padre antonio d amaral da minima Cõpanhia de Jesus para que elle as encaminhe aos padres asistentes na vila de mazagão

de Ds a vossas senhorias Como pode eu o dezejo feita oje 21 8tro de 1642 Belchior alvres Pementel

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence viewSyntactic annotation