PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS0314

1823. Carta de Manuel Solitano, arquiteto, para Bento Lado de Miranda, negociante.

Author(s)

Manuel Solitano      

Addressee(s)

Bento Lado de Miranda                        

Summary

O autor pede a um amigo que lhe entregue uma carta.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Snor Bento

Escrevi a Vce desde a Cadea de Caminha com data de 10 do corrente, e dentro da sua carta hia huma pa a Snra Condessa, a fim de escrever ao Ministro da Justiça pa que me mandase dar Passaporte pa Galiza: porem nem tive resposta de Vce nem da Snra Condessa, e ouso dizer que nos mandão remetidos pa Lisboa. Desde o dia 10 athe gora que são 28 podia-se ter feito alguma couza, e eu verme libre para sempre de gente intrigante. He nestas ocasioens que se deve por em movimto toda aquella actividade de que he capaz a verdadeira amizade Agora torno a escrever neste Correio a Sra Condessa, procure a carta e fassame o favor de lha remeter logo logo. Tambem escrevo ao Ministro da Justiça unico homem em qm confio. Veja se Vencer sao, Caietano, ou alguem faz hum requerimento pa me mandar dar Passaporte pa Galiza, antes que nos fação hir pa lisboa pois que na lecenca que me derão nada se encontrou que se fizese cuspeito, e so o ter mudado de nome, pellas circunstancias em que me via de ser prezo em Almada pella arbitreriedade do Juiz de fora e sem recursos pa poder fazer a jornada e estarem sempre a suspeitarem de mim e a tornar criminozas as minhas acçoens. Tudo isto mandei expor ao Ministro da Justiça

ADeos Sr Bento, e lembrese que ainda sou o seu Amigo Solitano Cadea de Caminha 28 de 7bro de 1823

PS Não diga nada no Grillo


Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view