PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS0196

1822. Carta assinada sob nome falso, Pedro Leal, para destinatário não identificado.

Author(s)

Anónimo48      

Addressee(s)

Anónimo49                        

Summary

O autor ameaça o destinatário por ele ainda não ter entregado um dinheiro, exigido para livrar um preso da Cadeia do Limoeiro.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Esta serve de lhe pedir hum grande favor, que he de nos emprestar 30 moedas e de as mandar entregar no limoeiro na Prizão da salla fechada da Cidade ao prêzo Joze Joaquim de Moraes, desta forma - Chegando á grade e pruguntando por este nome e entregarlhe este dinheiro embrolhado em huma coisa q paressa huma emcomenda e q seja em Ouro ou em Papel, por via q os mais prezos não persebam o que he, e antes disto que lhe prugunte ao Prezo entregando desta forma que tempo ha que elle escreveu a seu Irmão elle ha de responder á mez e meio, e respondendo isto que lhe entregue, e menos disto que não entregue, que isto he para que não haja engano com outro prêzo adevirto que dinheiro he pa este nosso amigo e camarada sahir logo q o receba sai sôlto, adevirto que este dinheiro ha de pagar dia 30 do Mez de S João, adevirto que haja falta a esta entrega athe dia 25 deste Mez e não pode saber que temos mt donde lhe fazermos mt e conte q não sahirá mais vezes nem a sua famillia em carruagem nem em Traquitana do seu Pallacio que nos lhe seguiremos os paços ou encontro porem nós esperamos que não haja falta quando não, não se queixe do que lhe acontecer Nós não entreganus este propriamte porque sômos conhecidos o q crêmos he segredo e q não seja precizo outro avizo e qdo não o Diábo tomará toda a sua fama e quanto lhe pertence á sua e nossa conta e conte q lhe deitaremos fôgo a tudo e á propria Vida e assim he que não ficara Satesfeito, pois nós temos o Adajudatorio que nos he precizo e assim não queira que nós rompamos n'este exceço que athe ao prezente temos guardado todo respeito porem avendo falta fica o respeito perdido e q seja entregue n'este dia fica ditto não preciza mais declaração, pois nós não faltamos a nóssa palávra tanto no que he bem como no que he mál, ou ainda mais alguma coisa, e com isto athe dia 25 do Mez de S João da Pedreira

22 de Maio de 1822 Eu e meus companheiros Pedro lial

Com isto bem pode V entender


Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view