PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS0051

1832. Carta de Plácido António da Silva para dois destinatários, a cunhada, Maria Carlota, e um amigo, António Isidoro de Almeida.

Author(s)

Plácido António da Silva      

Addressee(s)

Maria Carlota       António Isidoro de Almeida                  

Summary

Plácido escreve à cunhada e a um amigo, provavelmente em código privado. Fala de roupas e dá as últimas novidades políticas, pedindo à cunhada que destrua a carta depois de a ler. Mais reveladores são os relatos que faz, na segunda metade da carta, a um companheiro, Almeida, que certamente partilhava as suas preferências ideológicas. Aí discorre sobre os últimos acontecimentos políticos e militares.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Carlota

Dezeijo-te saude e a todos. Suspende por ora todos os teus passos e nada mais fassas sem eu te man-dár dizer porq como o Mel Jozé nem mesmo o Eusta-quio tomão intregue ó se encarregão de coiza algu-ma a respeito do Janoario por isso não tens q reçi-áres coiza alguma, e vâmos a vêr finalmente o que elle manda dizer sobre a tua correspondençia q lhe mandastes: e como eu ainda desta vez lhe escre-vo vamos a vêr o q elle manda dizer, porque eu desta vez toco-o bem tocado em tudo e por tudo, cuja correspondençia ahi te remeto pa a vêres e mandares-me dizer se vai bôa e a teu gôsto; porém tu des-ta vez não lhe escrevas porque eu mando-lhe dizer que tu está emcomodada de saude, e não lhe man-des asepipe algum. Agora perçizo q tu ve-nhas o mandes a Lisbôa pa me mandâres para aqui essas coizas todas que ahi te pesso nessa relação q vai junta, para na quarta-feira lhe mandár tudo pa a torre; as seroilhas ainda q as tenhas e feitas não as mande porque lhe não vão desta vez, e se as não tens ainda feitas então faze-as como elle diz pa lhe hirem pa a outra vez com os tamancos q elle pede, isto o que deves fazer, e não faças mais nem menos do q tudo isto que te digo. m manda-me dizer do q se passar a respeito da gu- guarda-roupa o de outra qualquer coiza e não te esqueças da ma recomendação q queimares esta ma carta logo logo q a leias, e manda-me dizer se o Almeida terá queimado tudo q lhe tenho ma mandado recomendações a todos, e manda-me dizer o mais q tu fizestes na sexta-feira, ahi remeto as duas conrespondençias pa as tu guardáres, e juntamente o taxo e o pano que a Feleçidade me mandou com os linguados etc não sei se me esqueçe mais alguma coiza, mas creio que não o mais q houver de tudo te darei parte. aDs tem mais algum soçego que o que eu te dezeijo.

Teu mano Plaçido

Para o Almeida Nada mais tem havido de notavel depois da-quella bôa e excelente fazenda q te mandei no outro dia, o mais q agora a parte do thelegrafaco dáda ao governo na 6a feira q diz asim- O General Gaspar Teixeira comandante em chefe do exercito de Operações em terra con-tra os rebeldes; reçebeo officios do comandante da esquadra de S Mage (e se sabe sua Mges-tade Miguelista) a qual se acha ancora-da no porto de vigo na Hespanha, onde entrou no dia 30 do mez passado; o Serto-rio está ao com 12 embarcações para comprimentar o grande Je Feliz em tendo ocazião, pois o Almirante q comanda a esquadra Miguelista. na 6a feira chegou huma Fragatta vinda de Inglaterra a Esquadra ingleza, veio pelo Porto porém apenas pode reçeber huma carta de hum coro-nel inglez q ali está encarregado de huma comissão particular. cuja carta mandou pa Lord. Russel q aqui está. veremos o que sai daqui, não trouçe mais nada por haver hum grande temporal no Porto. O Telles Jordão o levou o Diábo da torre e os prezos es-tão livres daquelle malvádo, foi nomeádo pa hir a toda a pressa tomar o comando da segunda devizão do Exercito em lugar do General Povoas q se deu por doente por vêr q a coiza não vai bôa. aD


Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view