PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS0049

[1831]. Carta de Manuel Gonçalves de Almeida para Maria de Jesus.

Author(s)

Manuel Gonçalves de Almeida      

Addressee(s)

Maria de Jesus                        

Summary

O autor escreve a Maria, sua antiga companheira, pedindo-lhe para resolverem a sua situação sem recurso à Justiça.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Maria

Sobre todas as dependençias que temos hi Viremos A ter O mais que te dezejo he saude. Maria eu nuqua fis tançã-o de mandar Escrever em papel Con-tra ti Porem quereio que Estou chigado heçe ponto de te por Coizas A pubulico que se podião Escuzar de dizer Por Justiça nada te dou hi por bem Ate hu Meu Sengue te dou hi nada tenho Meu que não seja teu tu sabes mto bem que para te eu pagar Cazamento que me has de Aprezentar hu filho que tiveste de mim hi has de criallo hi hu q demos A Justiça não hera milhor Comerlo tu Portanto se for tua bontade gastarMorlo Com Justiça Atam Estou pronto para O que for de tua bon Vontade se quizeres mandame dizer hu que queres de mim. Olha que Cazamento não tu pago he hu mais tudo Está Na noça mam. A rrespeito da roupa não te fiquei nem Com fio que Seja Se te falta Atam frutarãoma du baú porem em tua palavra me quero Capaçitar que te faltarão nejo que tus tenha Se for Serto faltaremte querotos pagar hi não digas que eu hando para Cazar em otra parte porq he imgano Se quizeres Manda-me dizer os teos Sentimentos que eu te Escriverei mais devagar eu se te não tibeveçe Amizade nada te fazia do que tenho feito

deste que ti dezeja Saude Bastante Ads M G Alda

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence viewSyntactic annotation