PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS0032

[1831]. Carta anónima dirigida ao Intendente Geral da Polícia, Joaquim Gomes da Silva Belfort.

Author(s)

Anónimo5      

Addressee(s)

Joaquim Gomes da Silva Belfort                        

Summary

Denúncia contra o cartista Luís José, feita ao Intendente Geral da Polícia.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Illmo Exmo Snor

Com o devido respeito, e sem dollo, ou Vingança se expoem o seguimte Na corporação dos Mededores do Azeite no Ver o pezo achava-se Empregado Luiz Jozé, prezo na cadeia da corte pello Crime extranhavel que e que praticava contra o actoal Governo do Senhor Dom Miguel Primeiro A quem O Reprezente dezejara ser obdeente: Este Proçeso Correo, ou Corre, no Juizo do Crime do Bairro de São Jozé, Excrivão Guerra; porem Consta ao reprezentante que o sumario das Testemunhas a que se proçedeo são todas da parçialidade do mmo Prezo e pode ser que nos mmos Auttos apareça Attestados de Outras Pessoas Com abonação por serem da mma qualedade, quando as Testemu-nhas deverião ser procuradas pella sua Corporação, para se conheçer Milhor a comduta do Acuzado nomeia o Reprezentte para Testemas de facto certo a Florençio Dias Je Ferra, Je de Campos Jozé Joaqm de Barros Jozé Vianna João Alves de Carvalho, e seu filho, e aLem destes todos os mais empregados na mesma caza q estiverem ao facto da Comduta do acuzado pr ser todos que estão ao facto da Comduta deste o que V Exa deve thomar em Comcederação dando aqlas Provedençias que forem percizas, e Mandar se proçeda a nova aVeriguação pellos factos apontados pella dita Corporação no que Comfia porq o acuzado publecava q El Rej era aclamado por Bedodos, Ladroens, e Gaeatos

E R Mce

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence viewSyntactic annotation