PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
© Maarten Janssen, 2014-

CARDS0024

1823. Carta assinada sob o pseudónimo de António Chuço e enviada a João Farinha Relvas, lavrador.

Author(s)

Anónimo17      

Addressee(s)

João Farinha Relvas                        

Summary

O autor ameaça de morte o destinatário caso este não entregue 15 moedas para livrar um preso da Cadeia do Limoeiro.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Amo

Logo que VSa esta reseba mandara a lisboa o lemoero Cadeia d Cidade entregar o prezo Andrade que he me conpanheiro e amanda 15 moedas q he pa o seu livramto as quaes eu sustento que VSa as receba no fim de Janeiro eu sou o Anto Chuço de Trancozo capitão de quadrilhas e partidas veja VSa no que se mete sem falta a descobrir este negoçio que lhe juro de lançar fogo e arazar qto tenha e qto gado tiver he morto e VSa e a sua familia o pagarão o nas minhas maos o do meu segundo Capitão Taborda e meos camaradas agora veja o seu bem pois eu conto com VSa sem falta veja se me falta que o meu Camarada que o pediu que esta em prigo VSa comego não perde mande VSa não ir cesta feira que vem e qm for a cadea levar o prezo o dinheiro que va as ceis horas da tarde e que logo que entre no largo do Lemoero que se va centar em hum dos Frades de pedra que estão pegados com as escadas do lemoero e deles se não levante sen que o prezo da grade brade 2 vezes o Joze atão se levantara e va entregar o dinheiro o prezo e logo que o prezo da grade reseba o dinheiro que se retem pois eu não sou capas de faltar con a paga qdo digo o depois não diga mal a sua vida e não chame por deos q lhe não vale veja agora o que quer o perder a sua caza ser morto e a sua fama o serverme neste que peço q o não perde

su criado o Capitão das quadrilhas Anto Chuço 15 de Dezbro 1823

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload current view as TXTSentence view