PT | EN | ES

Main Menu


Powered by TEITOK
Maarten Janssen, 2014-

CARDS2074

1753. Carta assinada sob nome falso, Agostinho, índio, para um membro da Inquisição de Lisboa.

SummaryO autor relata um caso de feitiçaria ocorrido onze ou doze anos antes
Author(s) Anónimo100
Addressee(s) Anónimo114            
From América, Brasil, São Francisco das Mangabeiras
To S.l.
Context

Dentro do fundo do Tribunal do Santo Ofício existem as coleções de Cadernos do Promotor das inquisições de Lisboa, Évora e Coimbra. O seu âmbito é principalmente o da recolha de acusações de heresia. A partir de tais acusações, o promotor do Santo Ofício decidia proceder ou não a mais diligências, no sentido de mover processos a alguns dos acusados. Denúncias, confissões, cartas de comissários e familiares e instrução de processos são algumas das tipologias documentais que se podem encontrar nestes Cadernos. Quanto ao crime nefando e à solicitação, são culpas que não estão normalmente referidas nestes livros.

Support meia folha de papel não dobrada, escrita apenas no rosto.
Archival Institution Arquivo Nacional da Torre do Tombo
Repository Tribunal do Santo Ofício
Collection Inquisição de Lisboa, Cadernos do Promotor
Archival Reference Livro 306 (Caderno 114)
Folios 255r
Transcription Leonor Tavares
Main Revision Ana Rita Guilherme
Standardization Catarina Carvalheiro
POS annotation Clara Pinto, Catarina Carvalheiro
Transcription date2008

Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Exmo e Rmo Snr

Agostinho Indio de nação Aroaqui da Aldea de S Frco das Mangabeiras por Cumprir Com o preceito da Sta In-quizição denuncia a Afonso Indio ancião da Aldea do Ma-racana por ter fama de feiticeiro, e prezenciar elle denun-ciante huã noite, estando as escuras em huã caza, o tal Afonso chamar por outros feitiçeiros, q descessem do teto da caza, e com effeito Responderão, e descerão, e julgarão os q estavão prezentes q erão demonios: estava na tal caza bas-tante gente; como erão as fas de Lourenço Principal da Aldea, q então era do Periá, aonde o do cazo succedeo, e tambẽ os genros do do Principal, por nome Damazio e outro João, e mta mais gente q na da caza estava. Assim tambẽ outro Indio escravo fugido por nome Ignacio, Companhro do do Afonso, fazia o mesmo: e como tem passado mto tempo, se não lembra o denunciante das mais Ceremonias q os dos feiticeiros fazião: isto succedeo haverá onze, ou doze annos; e como o denunciante igno-rava a obrigação q tinha, por isso he, q teve tanta demora em denunciar.

S Francisco das Mangabeiras 11 de Julho de 1753

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload textSentence view